Foto: Reprodução/Instagram

Relação de Fiuk com o pai, Fábio Jr., era bem tensa no passado: ‘não guardo rancor’

 

O nome do ator e cantor Fiuk já estava de volta aos holofotes graças ao papel na novela ‘A Força do Querer’, atualmente reprisada na faixa das nove na TV Globo. Ele interpretou o personagem Ruy na trama e teve sua performance amplamente criticada na época da exibição original.

Nesta terça-feira (19), no entanto, a coisa atingiu um nível extraordinário: o filho do cantor Fábio Jr. foi anunciado como um dos participantes do ‘Big Brother Brasil 21’, que começa na semana que vem.

Veja também:
Sertanejo Rodolffo, ex-marido de Rafa Kalimann, também está no 'BBB 21'

Com tal retorno, as polêmicas do artista também voltaram à tona. A principal delas está conectada – justamente – à relação entre ele e o pai, Fábio Jr. Eles tiveram diversos problemas ao longo dos anos e o clima entre os dois só melhorou mesmo a partir de 2009.

Em entrevista ao jornal ‘Extra’, concedida em 2017, Fiuk relembrou uma discussão que teve com Fábio Jr. Na ocasião, Fábio disse: “Moleque, olha a casa onde você mora e tudo o que você tem. Eu não tinha nada quando comecei”.

Como resposta, Fiuk comentou que tomou uma atitude mais enérgica. “Lembro que disse: ‘pode deixar que eu me viro’. E saí. Foi assim que meu pai me ensinou, sem me ajudar. E dane-se. Não guardo rancor. Foi duro na época, mas hoje em dia é gratificante ver que a intenção era ótima”, disse.

Ao longo do bate-papo, Fiuk também falou sobre como a maturidade o ajudou a lidar com o papel de Ruy, importante no horário nobre de uma novela global. Ele explicou que não se sentia pressionado – preferindo encarar tudo com leveza.

Veja também:
Cantora Karol Conká é a primeira participante anunciada do 'BBB 21'

“Só se assusta quem quer. Estou dando a cara a tapa. Consequência sempre vai ser consequência. O jogo da novela é esse: um gosta, outro não. Não dá para agradar a todos. O objetivo da vida nem é esse, é ser feliz e fazer o que gosta. Atuar nada mais é do que viver a cena e não há um jeito melhor ou pior para isso. A pessoa que me assiste tem a opção de ver ou julgar. Tenho minha certeza. O resto fica na mão de Deus”, disse.

Apesar da segurança na resposta, Fiuk disse que evita não assistir às suas sequências depois, para evitar encontrar erros. “A melhor coisa que fiz na minha vida foi aceitar o que sou. Nunca estarei 100% pronto. E esse é o barato da vida. É bonito não ser perfeito”, concluiu.

Compartilhar