Foto: divulgação

Michael Jackson: veja 1º trailer de documentário com acusações de pedofilia

O documentário ‘Leaving Neverland’, que aborda acusações de pedofilia ao cantor Michael Jackson, morto em 2009, teve seu primeiro trailer divulgado pela HBO nesta terça-feira (19).

Em ‘Leaving Neverland’, o diretor Dan Reed trará a versão de duas supostas vítimas de Michael, que já são adultas: Wade Robson e James Safechuck.

Ambos processaram o espólio de Michael Jackson depois da morte do cantor, alegando crimes sexuais, mas os casos não prosperaram. O documentário foi lançado para uma plateia restrita no festival Sundance, em janeiro deste ano, e seus acusadores foram ovacionados na ocasião.

A família de Michael Jackson falou sobre o filme ao The Hollywood Reporter: “Mais uma terrível produção em uma tentativa absurda e patética de ganhar dinheiro na exploração de Michael Jackson”.

Assista ao trailer de ‘Leaving Neverland’ abaixo:

Em bate-papo no Festival de Sundance, Robson e Shafechuck foram questionados sobre o fato de muitos fãs de Jackson não acreditarem neles, e se tinham algo a dizer a esses fãs. “Não creio que haja alguma coisa a dizer, exceto que compreendo que é mesmo difícil de acreditar”, disse Robson.

“De certo modo, há não muito tempo eu estava na mesma posição que eles. Mesmo tendo acontecido comigo, eu me recusava a acreditar. Às vezes ainda duvido que o que Michael fez comigo tenha sido uma coisa ruim. Há certas coisas que só podemos aceitar e compreender quando estamos prontos.”

Veja também:
Mãe de Sandy e Junior não concordava com carreira dos filhos no início

Justiça já absolveu Michael Jackson de acusações

Em 2005, Michael Jackson foi absolvido em uma ação criminal na Califórnia na qual foi acusado de molestar um outro garoto, de 13 anos, em seu rancho chamado Neverland.

A primeira acusação a Michael Jackson surgiu em 1993, quando o garoto Jordan Chandler, de 13 anos, e o pai dele, Evan Chandler, denunciaram Michael Jackson por abuso sexual.

O cantor negou as acusações, dizendo que seria incapaz de “causar mal a uma criança”. O caso não foi para frente por falta de provas.

Após novas acusações de abuso sexual, corpo de Michael Jackson pode ser exumado

Compartilhar