Foto: divulgação

Após ser internado com Covid-19, Mumuzinho recebe alta e deixa hospital

O cantor Mumuzinho recebeu alta hospitalar nesta terça-feira (28). Ele estava internado desde a última sexta (24), em um hospital da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, após testar positivo para Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus.

Veja também:
Veja quais as lives com shows de música marcadas para os próximos dias

Ao dar entrada no hospital, Mumuzinho estava com pneumonia e quadro febril. Após seu quadro ter se estabilizado, o cantor segue para casa, onde vai permanecer em isolamento até recuperação total.

Em nota, o artista agradeceu a todo o apoio e as vibrações positivas dos fãs. Ele declarou esperar que, em breve, diante da melhora clínica, possa voltar a cantar e remarcar a data de sua live com show na varanda de sua casa.

Quando estava internado, Mumuzinho havia comentado um pouco a respeito de seu quadro clínico. “Estou me recuperando. A febre vai e volta, mas a equipe do hospital está controlando”, disse o cantor, que revelou, ainda, estar sentindo muitas dores na região do tórax.

Veja também:
Internado com coronavírus, Mumuzinho faz live do hospital e mostra como está

Outros nomes da música brasileira foram diagnosticados com coronavírus nos últimos dias. Entre eles, estão os cantores Di Ferrero, Preta Gil, Dinho Ouro Preto e Leandro Lehart. Todos os citados já se recuperaram e estão bem.

Coronavírus no Brasil

De acordo com a Agência Brasil, o Brasil bateu novo recorde de mortes em um dia em razão da pandemia do novo coronavírus, com 474. Segundo atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta terça-feira (28), o total subiu para 5.017, aumento de 10,4%. O acréscimo mais alto até então havia sido na quinta-feira (23), quando foram contabilizados 407.

O Brasil chegou a 71.886 pessoas infectadas. Nas últimas 24 horas foram adicionadas às estatísticas mais 5.385 casos, aumento de 8,1% em relação a ontem, quando foram registrados 66.501 mil pessoas nessa condição. Foi o segundo maior número em um dia, perdendo apenas para o sábado (25), quando foram acrescidos 5.514 novos casos ao balanço.

De acordo com o Ministério da Saúde, deste total, 34.325 estão em acompanhamento (48%) e 32.544 já foram recuperados, deixando de apresentar os sintomas da doença. Ainda são investigados 1.156 mortes.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (2.049). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (738), Pernambuco (508), Ceará (403) e Amazonas (351).

Além disso, foram registradas mortes no Maranhão (145), Pará (129), Bahia (86), Paraná (77), Minas Gerais (71), Espírito Santo (64), Paraíba (53), Rio Grande do Norte (48), Rio Grande do Sul (45), Santa Catarina (44), Alagoas (36), Distrito Federal (28), Amapá (28), Goiás (27), Piauí (21), Acre (16), Sergipe (11), Mato Grosso (11), Rondônia (11), Mato Grosso do Sul (nove), Roraima (seis) e Tocantins (dois).

Veja também:
Veja quais as lives com shows de música marcadas para os próximos dias

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar