Foto: Reprodução Taylor Swift

Taylor Swift no Brasil: como escolher o look?

A turnê de Taylor Swift percorreu os Estados Unidos, Canadá, parte da Europa até desembarcar em terras brasileiras, com apresentações nos dias 17, 18 e 19 de novembro no Rio de Janeiro. E 24, 25 e 26 de novembro em São Paulo.

Com o conceito fundamentado na trajetória musical, visual e artística, a ‘The Eras Tour‘ é considerada um dos grandes fenômenos da história das turnês, devido ao sucesso de vendas e de público.

Um dos diferenciais deste projeto diz respeito à versatilidade e ao planejamento das apresentações. Afinal, homenageia os dez álbuns de estúdio que se diferem em estética e sonoridade, pois representam cada “era” vivida por Taylor Swift, uma artista conhecida por usar suas experiências pessoais como inspiração para o trabalho.

Por isso, nas três horas de duração do show, a estrela canta 44 músicas e veste figurinos personalizados em referência às fases da carreira.

Looks dos fãs

Fora dos palcos, a plateia também tem reverenciado com criatividade o seu álbum favorito através dos outfits e acessórios, por vezes, customizados. Essa prática conecta os fãs com a proposta do The Eras Tour e tem se repetido em vários países por onde a cantora se apresenta.

Veja também:
Faustão recebe novo transplante apenas 6 meses depois do primeiro

A expectativa é que o público brasileiro tire do guarda-roupa peças capazes de compor um look à altura das performances, que prometem ser inesquecíveis.

Quem garantiu o disputado ingresso para o show de Taylor Swift, mas não decidiu qual roupa usar, pode se influenciar com os designs conceituais de cada era.

  • Taylor Swift: no primeiro álbum, a artista alimentava um visual country romântico, com bota texana, vestidos e roupas com rendas e cores off-white e azul-bebê.
  • Fearless: os looks mais memoráveis dessa fase são o vestido dourado de franjas e o pijama branco customizado à mão com canetinhas do clipe You Belong With Me.
  • Speak Now: além do icônico 13 escrito nas costas da mão, o álbum foi marcado pela cor roxa bastante usada na divulgação e nos vestidos românticos, no estilo princesa.
  • Red: o chapéu preto e os óculos vermelhos de coração são acessórios indispensáveis para compor um look representativo desta era.
Taylor Swift

Foto: Reprodução/Instagram

  • 1989: a cor predominante é o azul-claro, mas nessa fase também houve muito uso de brilho e combinações inspiradas em líderes de torcida, como no clipe Shake It Off.
  • Reputation: o brilho se manteve na divulgação deste álbum, mas com uma estética dark. Looks pretos brilhosos e com referência a cobras definiram o armário de Swift nesta época.
  • Lover: de volta ao romantismo, a cor predominante é o rosa. Um dos estilos mais reproduzidos são os da roupa rosa com botas brancas.
  • Folklore: o brilho se despede e abre espaço para uma estética clean com tecidos leves e inspirados na natureza.
  • Evermore: cores naturais e tons terrosos são incorporados nessa era e combinados com camisa xadrez e tranças. A bota continua presente, mas dessa vez na versão de cano curto.
  • Midnights: mais contemporânea, essa fase devolve o brilho e as cores vibrantes aos outfits de Taylor Swift. A bota texana retorna com mais brilho, e a cor de referência é o azul-escuro.
Veja também:
Morre a cantora Dani Li, aos 42 anos de idade

Após escolher qual álbum homenagear, não se deve esquecer de adequar o look para um modelo confortável. Até porque serão mais de três horas em pé prestigiando o ‘The Eras Tour’.

Fãs estrangeiros querem que Taylor Swift cancele shows em SP: ‘Brasil não merece’

Compartilhar