Foto: Isabella Pinheiro / Gshow

Etapas ao vivo do ‘The Voice Kids’ são suspensas devido ao coronavírus

A Globo confirmou, na quarta-feira (18), que irá suspender as etapas ao vivo do reality show musical ‘The Voice Kids’. O motivo é a recente pandemia do novo coronavírus (Covid-19), que já registra centenas de casos no Brasil.

De acordo com nota enviada à imprensa, a Globo revelou que está analisando quando poderá voltar a exibir o programa – a previsão inicial é para o fim do mês de abril. Enquanto isso, serão exibidas, nas próximas quatro semanas, reprises com vários momentos da atual temporada.

Atualmente, o ‘The Voice Kids’ estava em sua fase chamada de Batalhas, em que três cantores mirins disputavam a preferência dos técnicos. Foram definidos os 24 participantes para as próximas etapas, que seriam transmitidas ao vivo e teriam participação mais ativa dos telespectadores.

Veja também:
Menina de 9 anos canta no The Voice Kids e leva Simone e Simaria às lágrimas

“Em virtude dos desdobramentos do Covid-19, a Globo tem tomado medidas que possam contribuir para conter o avanço desta pandemia e optou por suspender os shows ao vivo do ‘The Voice Kids’, que começariam no dia 29 de março”, explica a Globo, em nota.

A empresa revela, em seguida, como fica a programação: “A emissora vai exibir, durante os próximos quatro fins de semana, a começar deste domingo, dia 22, um compacto do reality, com os melhores momentos desta quinta temporada. Os espectadores vão vivenciar, novamente, toda a emoção e fofura com os melhores trechos das Audições às Cegas e da fase das Batalhas, cujo episódio final foi ao ar no último domingo (15)”.

Foi pontuado, ainda, que o início da fase ao vivo do ‘The Voice Kids’ começaria no dia 29 de março porque neste domingo (22), era prevista a transmissão do Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1. O evento esportivo também foi cancelado devido ao coronavírus.

Outras mudanças na programação da Globo

A Globo já havia surpreendido ao anunciar, no início da semana, uma série de modificações em sua programação. O espaço para o jornalismo foi ampliado, não só para exibir assuntos de interesse público, como, também, para conter um possível contágio de coronavírus nos bastidores da emissora, dispensando profissionais de suas obrigações diárias.

“No caso da TV aberta, que chega a quase 200 milhões de brasileiros, a Globo vai aumentar muito a presença do jornalismo, chegando a 11 horas de programação ao vivo consecutivas, das 4h da manhã às 3h da tarde. Com isso, alguns programas terão a sua exibição suspensa”, explicou a emissora, na segunda-feira (16).

A empresa completa: “As novelas da Globo terão suas gravações paralisadas, o que vai comprometer suas exibições. Algumas terão seus finais antecipados e outras terão que ser interrompidas mesmo. Por que faremos isso? Porque evitar o contato físico é fundamental na estratégia da sociedade para conter a expansão do vírus. E não há novelas sem abraços, apertos de mãos, beijos, festas, cenas de briga, cenas de amor, cenas de carinho”.

Veja também:
Como entrar no The Voice Brasil? Não é só cantar bem; veja as dicas

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.