elis regina

Homenagem: 7 músicas para relembrar e celebrar a carreira de Elis Regina

 

A cantora Elis Regina nasceu no dia 17 de março de 1945, em Porto Alegre (RS), mas faleceu em 19 de janeiro de 1982, em São Paulo (SP), com apenas 36 anos, vítima de uma overdose de cocaína com bebida alcoólica.

A “Pimentinha”, como foi apelidada por Vinícius de Moraes, foi uma das maiores intérpretes da música brasileira, sem dúvidas. Levemente teatral, Elis tinha uma capacidade de interpretação que permanece rara até os dias de hoje não só no cenário nacional, como mundial.

Era dona de uma voz incrível e de, especialmente, um feeling que administrava suas performances de forma rara.

Veja também:
Rita Lee relembra a icônica história de quando Elis Regina a livrou da cadeia

Tão dedicada às suas performances e interpretações, Elis Regina nunca foi compositora. Todos os discos de Elis foram escritos por outros autores, como Edu Lobo, Vinícius de Moraes, Dorival Caymmi, Belchior, Chico Buarque e Ruy Guerra, entre outros.

No entanto, nunca foi necessário que ela mergulhasse nesse campo. A voz temperamental da Pimentinha, uma das eternas rainhas da MPB, sempre foi o suficiente.

As sete músicas abaixo servem para relembrar e fazer uma homenagem aos 70 anos de Elis Regina. Descanse em paz.

‘Como Nossos Pais’:

‘O Bêbado e a Equilibrista’:

‘Alô Alô Marciano’:

‘Águas de Março’:

‘Fascinação’:

‘Romaria’:

‘Atrás da Porta’:

Elis Regina: últimos anos, relação com as drogas e morte da cantora

Compartilhar