Fotos: Divulgação

Mark Wahlberg rapper: a carreira musical do ator de Hollywood

Mark Wahlberg rapper não foi um delírio coletivo das décadas passadas! Antes de fazer sucesso como ator de Hollywood, estrelar grandes filmes e até ser indicado para o Oscar, Wahlberg tentou outras formas de entrar para o show business. Entre elas, a música.

Em 1991, o ator era conhecido como Marky Mark e o vocalista do Marky Mark and the Funky Bunch. Ele ficou quatro anos à frente do grupo de hip-hop, gravou dois álbuns de estúdio e, por conta desse período, chegou a fazer uma parceria com o rapper jamaicano Prince Ital Joe – que morreu em 2001, em um acidente de carro.

Entre os sucessos do grupo, dois se destacam: as canções, ‘You Gotta Believe’, ‘Wildside’ e ‘Good Vibrations’, que fez muito sucesso e ficou em primeiro lugar nas paradas dos Estados Unidos.

Vida de crimes

Na década de 1990, quando estava na ativa com o grupo de hip-hop, Wahlberg tirava a camisa sem motivo. Era o rapper que mostrava o corpo musculoso nas apresentações, além de provocar ou se envolver em brigas.

Antes da vida na música, Wahlberg passou por (e causou) maus bocados: foi viciado em cocaína quando tinha 13 anos; aos 16, ele agrediu um vietnamita, se escondeu em uma loja para fugir de policiais e, ao deixar o esconderijo, agrediu o comerciante, que ficou cego de um olho, e roubou cervejas.

Veja também:
Eminem foi 1º rapper a vencer Oscar de Canção Original, mas faltou na festa

Em meio a esses atos de violência, Wahlberg foi preso e passou 45 dias em um reformatório para menores. Ele diz que essa fase foi essencial para que entendesse que só “alcançaria o sucesso seria trabalhando duro e fazendo o que é certo”, segundo o jornal ‘El País’.

Ainda na fase de tentar vencer na vida, Wahlberg trabalhou com servente de pedreiro e virou modelo de roupas íntimas da Calvin Klein, chegando a posar ao lado da famosa top model Kate Moss.

Fotos: Divulgação

Por conta da vida focada em trabalhar para se estabilizar e alcançar o sucesso, o ator afirma sempre estar “pronto para trabalhar dez vezes, cem vezes mais do que o resto dos profissionais”  e “sempre pronto para dar ideias” na gravação de um filme.

Maior que Eminem?

Comparado a Eminem por um fã, que disse que ele estaria acima do rapper, Wahlberg afirmou: “Bem, eu não tenho tanta certeza disso, mas agradeço”, disse ele em entrevista ao UOL.

E uma curiosidade: embora Wahlberg é quem tenha se consolidado como ator, Eminem é quem é dono de um prêmio da Academia. Ele ganhou o Oscar de Melhor Canção Original por ‘Lose Yourself’, em 2003. Vale destacar que o rapper faltou na entrega do prêmio e só se apresentou na festa da premiação deste ano.

Superando Marky Mark

Hoje casado e com quatro filhos, Wahlberg apagou, literalmente, os sinais do alterego musical. Ele passou por 60 sessões de tratamento a laser para apagar todas as tatuagens da época de rapper, cultiva a sólida carreira de ator e é dono de uma rede de hamburguerias chamada Wahlburgers – em trocadilho com o sobrenome da família.

Veja também:
Carmen Miranda: carreira da cantora que fez o mundo conhecer o Brasil

A ligação mais próxima que tem com a música vem do irmão Donnie Wahlberg, ex-membro da boy band New Kids on the Block. O sucesso à frente do Marky Mark and the Funky Bunch, no entanto, já pertence a enciclopédia da internet.

Com essa trajetória, Wahlberg diz que se sente satisfeito de poder ser o orgulho da mãe ao evoluir como ser humano. “Eu acho que ter sido capaz de transformar a minha vida, conseguir que minha mãe esteja orgulhosa e ter me tornado uma pessoa melhor, concentrando-me na minha fé me faz com que me sinta honrado cada vez que volto para casa”, declarou, segundo o ‘El País’.