O que aconteceu com a voz de Zezé di Camargo, da dupla com Luciano?

Não é de hoje que os fãs da dupla Zezé di Camargo & Luciano têm reparado em uma mudança drástica na performance dos dois. O motivo: a voz de Zezé di Camargo.

Na onda de lives da quarentena, a dupla se apresentou com os outros integrantes do projeto musical ‘Amigos’, que ainda inclui Chitãozinho & Xororó e Leonardo – e e fãs precisaram defender o sertanejo no YouTube.

“Galera que ta criticando Zezé, tenta entender que ele teve vários problemas”, escreveu um internauta. Então, afinal, o que houve com a voz de Zezé di Camargo?

Vamos por partes…

Os comentários sobre a capacidade vocal do pai de Wanessa Camargo ocorrem há muito tempo e os motivos que levaram a essas observações dos fãs são antigos.

Tudo começou em janeiro de 2007, quando Zezé descobriu que teria de passar por um cirurgia por conta de um cisto em um local bem delicado, principalmente para quem tem a voz como instrumento de trabalho: na borda da corda vocal.

Zezé já sabia do problema, que é congênito, há cerca de dez anos e sempre teve medo de que pudesse acabar com a voz que o fez ganhar vender milhões de álbuns e ganhar o Brasil com ‘É o Amor’ – canção do álbum no qual ele mostra toda a potência vocal.

“Com o passar dos anos percebi certa inconstância na minha voz”, disse ele, em entrevista à revista ‘Caras’, pouco mais de um ano após a cirurgia.

“Há 12 anos fui ao médico pela primeira vez e foi diagnosticado o cisto. Foi por este motivo que parei de gravar o CD em 2007. Em compensação, quando voltei, gravei as 14 músicas em dois dias”, acrescentou.

Inicialmente, o primeiro médico confirmou as suspeitas do cantor e disse que não garantia que a voz dele voltaria ao normal. “Fiquei com muito medo e aí fui embora do consultório, não poderia arriscar”, contou.

Veja também:
Saiba quantas pessoas a Globo atingiu com a live de Ivete Sangalo na TV

Depois de um ano de agonia, o sertanejo buscou outro especialista e sentiu que era o momento de tratar o problema. “Com ele, senti a segurança de que após a cirurgia teria a mesma voz de antes”, explicou à revista.

A aflição daquele diagnóstico inicial foi maior do que a preparação para a operação, que foi marcada para o mesmo mês.

“Foi tudo muito rápido. Em uma semana estava na mesa de cirurgia, era 24 de janeiro de 2008. No terceiro dia já estava falando. Clinicamente o problema estava resolvido, só tive que me readaptar sozinho”, relatou.

Luciano não sabia

Mesmo sabendo que o cisto estava comprometendo sua voz e que a cirurgia poderia afastá-lo dos palcos para sempre, Zezé decidiu não contar essa saga para o irmão, que só soube minutos antes da operação.

“Ele quis poupar meu sofrimento, sou muito emotivo”, relembrou o parceiro de dupla, também à ‘Caras.

“Só fiquei sabendo da operação minutos antes de ele entrar na sala de cirurgia. Na hora fiquei paralisado, sem chão. Mas, no mesmo momento comecei a rezar pedindo para Deus colocar sua mão sobre os médicos e ajudar a salvar meu irmão”, completou.

Zezé di Camargo fora dos palcos?

Depois da cirurgia, Zezé deu uma reduzida no número de apresentações e, segundo o site ‘Movimento Country’, mais recentemente começou a cogitar trocar os palcos pela TV.

No final de 2019, o site noticiou que ele e todo o elenco do ‘Amigos’ estavam em uma negociação com a TV Globo para volta do programa, que foi sucesso na década de 1990.

O sertanejo confirmou que tem falado com Boninho sobre o assunto, mas até o momento não há nada certo sobre o retorno dos ‘Amigos’ à televisão.

Problemas na voz

Problemas vocais são comuns no mundo da música. O cantor Jon Bon Jovi, por exemplo, é constantemente criticado por conta da voz, cujos problemas só não ficam mais evidentes ao vivo por conta do suporte dos backing vocals. Em uma entrevista, ele associou os danos ao esforço físico que veio com o sucesso meteórico do Bon Jovi.