Foto: Divulgação

Ana Paula Valadão vira alvo de investigação do MPF após declaração polêmica

O Ministério Público Federal (MPF) acatou uma denúncia de homofobia contra a cantora gospel e pastora Ana Paula Valadão, por conta de frases ditas durante o Congesso Diante do Trono de 2016, que viralizaram recentemente. As informações são do portal ‘Uol’.

Durante o evento em questão, Ana Paula Valadão afirmou que a homossexualidade “não é normal” e que a aids é uma prova de que a união de dois homens pode causar a morte.

Veja também:
Luciano Camargo lança 'Tempo', primeira música de seu projeto gospel; ouça

“Deus criou o homem e a mulher e é assim que nós cremos. A Bíblia chama qualquer escolha contraria a que Deus determinou como ideal, como ele nos criou para ser, de pecado. E o pecado tem uma consequência, que é a morte. A aids está aí para mostrar que a união sexual entre dois homens causa uma enfermidade que leva à morte”, afirmou.

Em seguida, Ana Paula Valadão ainda deu a entender que o único sexo “seguro” seria entre um homem e uma mulher.

Vale lembrar que qualquer pessoa está vulnerável ao vírus HIV, independentemente de sua orientação sexual.

Relembre a fala de Ana Paula Valadão:

Em setembro, época em que a fala polêmica viralizou, o ativista LGBTI Agripino Magalhães pediu para o MPF abrir um inquérito para apurar o crime de homofobia da pastora e cantora gospel.

Veja também:
Isadora Pompeo diz que cristãos não devem comemorar Halloween e gera polêmica

Em 17 de novembro, o procurador Helder Magno da Silvo aceitou a denúncia e já pediu a abertura do inquérito para investigar o caso.

“Remonta à década de 1980 a narrativa da AIDS como “doença/câncer/peste gay” ou mesmo “castigo de Deus”, que se baseava na desinformação sobre o vírus e desconhecimento sobre a doença; tal concepção, inclusive, foi há muito superada pelo conhecimento médico-científico”, citou o procurador na denúncia.

O ‘Uol’ procurou Ana Paula Valadão para comentar o caso, mas não obteve resposta.

Ana Paula Valadão é criticada após foto em velório da avó e abandona redes sociais