Fotos: reprodução / Instagram

Billie Eilish é fotografada por paparazzo com roupas curtas; imagens viralizam e geram debate

Billie Eilish foi fotografada, no início desta semana, com roupas mais casuais, curtas e justas. As imagens foram clicadas por um paparazzo, sem que a cantora visse ou autorizasse, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Nos cliques, Billie faz uso de uma blusa justa do tipo regata, shorts largos e sapatos com meias cujas cores estão combinando com o restante do figurino. Ao que tudo indica, ela estava em um momento pessoal, mas em um local público.

As imagens viralizaram nas redes sociais, especialmente porque Billie Eilish sempre usa roupas largas e compridas em shows e aparições públicas para que seu corpo não se torne alvo de comentários. A cantora acredita que outras colegas do ramo artístico costumam ser transformadas em objetos sexuais quando usam trajes mais curtos.

“Eu nunca quis que o mundo saiba tudo sobre mim. É por isso que uso roupas grandes e largas. Ninguém pode ter uma opinião, porque eles não podem ver o que tem por baixo. Ninguém vai ficar falando coisas como: ‘olha, ela é magra’, ‘ela não é magra’, ‘ela tem pouca bunda’, ‘ela tem bunda grande’. As pessoas não podem falar essas coisas, porque elas não sabem”, disse, há algum tempo, em um vídeo para uma ação da grife Calvin Klein.

Dessa forma, a divulgação das fotos provocou debate nas redes sociais. Houve quem se surpreendesse com o retrato do corpo de Billie Eilish, mas diversos internautas crticaram o paparazzo e os veículos estrangeiros que divulgaram as fotos.

Veja também:
Processos, dívidas e brigas familiares: os melancólicos últimos anos de João Gilberto

Veja, a seguir, um pouco da repercussão das fotos entre internautas do Brasil.

Billie Eilish e críticas a padrões de beleza

Veja também:
1º show do Roupa Nova sem Paulinho será exibido na TV no Dia dos Namorados

No início deste ano, Billie Eilish chegou a incluir em seus shows um vídeo onde faz críticas a padrões de beleza impostos pela sociedade. Na filmagem, enquanto discursa, a cantora de 18 anos tira peças de roupa e se afunda em uma espécie de líquido escuro.

Veja o vídeo abaixo e, a seguir, a tradução da fala de Billie Eilish:

“Você tem opiniões sobre as minhas opiniões, sobre minha música, minhas roupas, meu corpo. Algumas pessoas odeiam o que eu visto, outras elogiam. Algumas criticam as outras, outras me criticam, mas sinto que você está assistindo. Nada que eu faço passa despercebido. Vejo seus olhares, sua desaprovação ou seu suspiro de alívio. Se eu vivesse por eles, nunca seria capaz de me mover.

Você gostaria que eu fosse menor? Mais fraca? Mais doce? Mais alta? Gostaria que eu ficasse quieta? Meus ombros te provocam? Meus seios? Eu sou a minha barriga? Meus quadris? O corpo com o qual eu nasci não é o que você queria? Se eu usar o que é confortável, não sou mulher. Se eu mostrar algumas camadas, sou uma vadia. Mesmo que você ainda não tenha visto meu corpo, você me julga, e me julga por isso. Por quê?

Fazemos suposições sobre as pessoas baseadas em seu tamanho. Nós decidimos quem eles são. Nós decidimos o que eles valem. Se eu visto mais, se eu visto menos, quem decide o que isso me faz? O que isso significa? Meu valor é baseado apenas na sua percepção? Ou sua opinião sobre mim não é minha responsabilidade?”

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar