Fotos: Divulgação/Reprodução/Polícia Leonardo - bruno e marrone - polícia navio

Polícia investiga abuso sexual no ‘Navio Cabaré’, de Leonardo e Bruno & Marrone

A Polícia Federal está no centro das atenções após lançar uma investigação sobre denúncias de sequestro, assédio sexual, importação sexual e tráfico de pessoas a bordo do ‘Navio Cabaré’.

Este cruzeiro, promovido pela empresa Promoção, ganhou destaque por suas apresentações com os famosos cantores sertanejos Leonardo e Bruno e Marrone.

O episódio alarmante veio à tona quando a Polícia Federal interceptou o navio no Porto de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, salvando quatro jovens, com idades entre 18 e 21 anos, dos estados de Santa Catarina e São Paulo.

As investigações revelam que essas mulheres foram contratadas por uma agência para atuar como modelos durante o evento.

A empresa responsável pelo cruzeiro nega veementemente as acusações, descrevendo-as como “infundadas”. As assessorias de Leonardo e Bruno e Marrone ainda não se pronunciaram sobre o caso.

A Promoção, em comunicado oficial, afirma ter fornecido todas as informações possíveis à polícia local, a qual, segundo eles, não encontrou sustentação nas denúncias, descartando a prisão de qualquer indivíduo envolvido.

No entanto, a Polícia Federal destaca que as investigações continuam ativas, determinando a existência de elementos suspeitos a bordo.

Navio Cabaré

Foto: Divulgação

Vítimas no Navio Cabaré

A situação se agravou quando as jovens resgatadas relataram ter recebido bebidas alcoólicas adulteradas e foram proibidas de se comunicar com o mundo externo, além de serem monitoradas constantemente no navio.

Veja também:
Muito além d'Os Dedinhos: Eliana já foi indicada ao Grammy Latino

Uma delas conseguiu entrar em contato com a família, que imediatamente acionou a Polícia Federal.

Após o resgate, as vítimas foram levadas à delegacia da Polícia Federal em Angra dos Reis e submetidas a exames no Instituto Médico-Legal. A investigação prossegue para determinar se outras pessoas estiveram envolvidas no episódio.

A Promoção reitera em sua nota: “A produtora responsável pelo evento vem a público informar que a denúncia que trata a matéria jornalística é infundada e desprovida de qualquer prova […] Todas as medidas cabíveis para trazer a verdade a público serão tomadas e a produtora não medirá esforços para tanto”.

Bruno, dupla de Marrone, fica excitado com dançarina de pole dance em show