Foto: divulgação

Eduardo Costa diz que quase entrou em depressão após ano estressante

O cantor Eduardo Costa revelou, em entrevista à ‘Rolling Stone Country’, que chegou perto de entrar em depressão recentemente. O sertanejo driblou a situação após constatar o que estava comprometendo sua saúde: trabalho em excesso.

Ao conduzir a entrevista, a jornalista Cristiane Bomfim lembrou que entrevistou Eduardo Costa em 2012. Na época, ele declarou que não queria continuar por muito tempo fazendo vários shows e buscava uma redução em sua agenda.

Eduardo, então, disse: “Que bom que eu não me contradisse. Naquela entrevista eu disse que não queria fazer uma showzaiada e comecei essa redução no ano passado, que foi o mais estressante da minha vida. Foi um ano em que eu vim da turnê ‘Cabaré’ em shows demais. Eu quase entrei em depressão por causa do excesso de trabalho”.

Veja também:
Fã acusa Eduardo Costa de deixar só fãs 'gostosas' em camarim e ele responde

O artista destacou, em seguida, quais os efeitos que a saúde mental comprometida trouxe a ele. “Eu não dormia, eu não voltava para casa, eu não via minha família. E chegou uma certa hora que meu corpo cansou. Eu me senti muito sozinho porque eu não tinha lugar. Você fica em casa, a casa fica pequena. Você sai e o mundo fica grande. Você encontra um amigo que você queria ver e fica com ele 20 minutos e já quer sair de perto. Nada está bom, sabe?”, afirmou.

Por fim, ele pontuou: “Comecei a ficar muito preocupado comigo porque eu gosto de estar sozinho para me analisar, só que esta solidão que eu estava sentindo era diferente. Eu queria alguém para cuidar de mim e eu não tinha. Eu queria amor e precisava dar essa diminuída nos shows para cuidar de mim”.

Em outro momento da entrevista, Eduardo Costa comentou sobre suas recentes declarações de que se envolveu com menores de idade. Ele esclareceu que suas falas foram retiradas do contexto original, pois ele havia explicado que também era bem jovem na época e que havia pouca diferença de idade entre ele e suas ex-namoradas.

“Elas foram minhas namoradas e muito importantes na minha vida. Sempre teve respeito e a diferença de idade era pequena”, afirmou ele. “As pessoas distorcem e descontextualizam. Elas não me conhecem de verdade”, completou.

Veja também:
Acusado de estelionato, Eduardo Costa tem mansão bloqueada pela Justiça

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar