Foto: reprodução / YouTube

Eduardo Costa tenta ajudar em compra de respiradores, mas é contra isolamento

O cantor Eduardo Costa segue se manifestando sobre a recente pandemia do novo coronavírus. Após criticar celebridades que aplaudem profissionais da saúde por seus trabalhos, mas não ajudam com outras ações, o artista está tentando ajudar na compra de respiradores para o estado de Minas Gerais. Por outro lado, ele se manifestou de forma contrária à recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) em prol do isolamento social.

De acordo com o jornal ‘Folha de S. Paulo’, Eduardo Costa busca reunir um grupo de empresários para analisar a possibilidade de compra dos respiradores. A ideia é doar os aparelhos para hospitais de Minas Gerais, estado onde nasceu e segue como residente.

Por enquanto, segundo o jornal, nenhuma doação foi feita, pois o projeto está no campo das ideias. O cantor aproveitou a situação para negar informação divulgada pelo programa ‘Fofocalizando’, do SBT, afirmando que ele teria destinado R$ 2,5 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Veja também:
Eduardo Costa critica famosos que aplaudem profissionais de saúde, mas não ajudam

Em contraponto à boa ação, Eduardo Costa contrariou recomendação da OMS e sugeriu o fim do isolamento social no Brasil. Conforme transcrito pela ‘Rolling Stone Country’, o cantor declarou que a população “deve pegar logo esse vírus para criar anticorpos e volte a ter uma vida mais normal”.

“Ficar em casa confinado não vai ser a solução dos problemas porque o desemprego está crescendo”, disse Eduardo, que também criticou a ação de governadores que fecharam as fronteiras estaduais, “fazendo os caminhoneiros pararem de trabalhar”. O cantor afirmou, ainda, que o Brasil registrará mais mortes por suicídio do que pelo Covid-19.

Veja:

Eduardo Costa critica palmas de famosos

Nos últimos dias, Eduardo Costa chamou atenção ao se posicionar de forma contrária a celebridades que estão aplaudindo profissionais da saúde em meio à pandemia do novo coronavírus, mas não fazem nada para ajudar essa classe de trabalho. Em uma série de filmagens divulgadas utilizando a função Stories de sua conta no Instagram, o sertanejo chegou a chamar de “hipócritas” apresentadores como Luciano Huck e Rodrigo Faro.

“Tô vendo um monte de apresentadores de televisão, que agora tão no conforto dos seus lares, com dinheiro sobrando, hipócritas pra caralho, batendo palminha pra enfermeiro, pra médico. Posso falar uma coisa pra você? Palma não enche barriga”, disse Eduardo, inicialmente, na sequência de vídeos.

Em seguida, Costa dá “nome aos bois”. “Luciano Huck, Rodrigo Faro, outros apresentadores aí? tem outros, (mas) tô falando os que eu vi aqui. Faro é meu amigo, mas vou falar pra vocês: não vamos ser hipócrita, não, gente. Quem quiser reconhecer o valor dessas pessoas faz uma campanha em todo Brasil para melhorar o salário delas, pra trazer uma vida digna”, afirmou ele, também destacando que ninguém mais fala sobre a Vale, responsável pela tragédia em Brumadinho.

Em outro momento, Eduardo Costa desabafa que “não adianta porcaria nenhuma bater palminha na frente da internet para fazer graça para seguidor”. “Isso não dá um carro bom. Isso não paga escola dos filhos deles, não”, afirmou.

Veja também:
Eduardo Costa publica fotos sem camisa e fãs apontam uso de Photoshop

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar