Líder do Foo Fighters, Dave Grohl sofreu depressão em 2015 - Revista Cifras

Líder do Foo Fighters, Dave Grohl sofreu depressão em 2015

Revelação foi feita pelo próprio Grohl, em recente entrevista (Divulgação)

Revelação foi feita pelo próprio Grohl, em recente entrevista (Divulgação)

O frontman do Foo Fighters, Dave Grohl, sofreu depressão em meados de 2015. A revelação foi feita pelo próprio Grohl, em entrevista à revista Kerrang!.

Dave relata que a fase depressiva teve início após ter sido encerrada a turnê em que ele tocou com a perna quebrada – chamada por eles próprios de “Broken Leg Tour”. “Estávamos muito exaustos. Eu ainda estava tentando andar. Ainda usava muletas, tentando recuperar a forma, e estava tão drenado da turnê”, afirmou.

Grohl afirma que, geralmente, ao fim de longas turnês, é normal culpar a música e sua banda por seus problemas – e, consequentemente, afastar-se de sua rotina anterior. “Eu não queria pegar numa guitarra. Não me sentia criativo ou inspirado. Então, retomei uma vida normal e doméstica”, disse.

Veja também:  Paul McCartney e integrantes do Nirvana se apresentaram no Saturday Night Live; Veja aqui

Então, veio a “fase depressiva esquisita”, conforme relatada por Dave Grohl. “Fiquei com uma barba enorme, de pijamas e não saí de casa por semanas. Depois, percebi que a música não fazia minha vida pior – na verdade, foi o que melhorou a minha vida”, afirmou.

Cerca de um a dois meses depois, as coisas voltaram para os trilhos. E Grohl diz que o período o inspirou para novas composições – algumas delas, presentes no álbum mais recente do Foo Fighters, “Concrete And Gold”, lançado na última sexta-feira (15).

Por Igor Miranda (@silvercm)

#comentários