Fotos: @frigolettosfotos/Reprodução/Instagram Monique Evans - casamento

Após escândalos no relacionamento, Monique Evans se casa com a namorada

Monique Evans e Cacá Werneck oficializaram sua união na noite de quinta-feira (16), em uma cerimônia luxuosa para 230 convidados em Guaratiba, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Apresentadora se descobriu gay aos 57 anos de idade e hoje divide a vida com uma mulher.

  • 🔈Qual é o melhor modelo de Alexa: Echo Dot, Pop ou Show? Conheça as diferenças e veja qual se adequa melhor ao seu estilo!!! Basta clicar aqui.

Juntas há quase uma década – mas num relacionamento sempre salpicado por escândalos e polêmicas, o casal celebrou o amor com uma festa repleta de detalhes especiais.

Monique sabia do meu sonho de casar e as coisas foram acontecendo até marcarmos essa data. Estou muito feliz”, declarou Cacá, emocionada.

A cerimônia contou com a presença de familiares e amigos próximos.

Bárbara Evans, filha de Monique, teve a honra de levar a mãe até o altar. No entanto, o filho de Monique, Armando Aguinaga, e a neta, Valentina, não puderam comparecer, pois estão na Espanha resolvendo questões de nacionalidade.

A DJ Cacá Werneck, visivelmente emocionada, caminhou ao altar ao som de ‘La Isla Bonita‘, de Madonna, criando um momento inesquecível para todos os presentes.

O planejamento do casamento começou em agosto do ano passado. A arrumação do local teve início na última terça-feira (14), sob a supervisão das decoradoras Babi Campos e Michele Simas. O investimento na decoração foi de impressionantes R$ 800 mil.

Monique optou por um vestido off-white desenhado pela estilista Michelly X, adornado com 15 mil pérolas e 10 mil cristais.

A apresentadora escolheu uma tiara bordada em vez do tradicional véu. Já Cacá vestiu um terno de alfaiataria off-white, combinando com a noiva.

Para a lua de mel, o casal planejou uma viagem pela Europa, visitando Barcelona, Paris e Ibiza.

Inicialmente, a lista de convidados era de 150 pessoas e o casamento estava previsto para março. No entanto, devido à alta demanda, a data foi alterada para maio e o número de convidados ajustado para 230.

Monique fez questão de reforçar em suas redes sociais:Convidado não convida“, para evitar a presença de penetras na festa.

Veja abaixo uma foto de Monique Evans com a filha, Barbara Evans:

Monique Evans - filha Barbara

Foto: @frigolettosfotos

Detalhes da cerimônia de casamento de Monique Evans

A decoração da cerimônia seguiu um estilo clássico e atemporal, com predominância das cores branco e verde.

A escolha do local foi influenciada pela proximidade com a Mata Atlântica, proporcionando um ambiente integrado à natureza.

A decoradora Babi Campos explicou: “É um espaço muito integrado à natureza, com muitas paredes verdes, muito paisagismo e uma área de cerimônia cercada de árvores”. 

A combinação entre o rústico e o moderno foi um pedido especial das noivas. Rosí Medeiros foi a responsável pelo cerimonial, garantindo que tudo ocorresse conforme o planejado.

Veja também:
O que aconteceu com a voz de Jon Bon Jovi com o passar dos anos?

Os ambientes do evento contam com mais de 50 mil metros quadrados de área verde e espaços climatizados, oferecendo uma experiência imersiva em biodiversidade combinada com uma arquitetura moderna e sofisticada.

Para evitar tumultos, a celebração contou com uma lista rigorosa na entrada e seguranças para controlar o acesso.

Monique Evans e Cacá Werneck proporcionaram uma noite mágica aos convidados, marcada pelo amor e pela celebração da vida a dois.

Casamento gay foi celebrado por pastor evangélico

O evento foi conduzido pelo pastor Marcos Gladstone, um amigo próximo do casal.

O pastor Marcos Gladstone é um nome de destaque na comunidade LGBTQIA+. Ele é o fundador da Igreja Contemporânea, uma denominação que se destaca pela pregação inclusiva e acolhedora.

No perfil da igreja no Instagram, a descrição é clara: “Igreja cristã sem preconceitos”.

A abordagem progressista da igreja atrai a atenção de muitos internautas, especialmente por romper com a tradicional associação entre instituições religiosas e o conservadorismo.

Gladstone é casado com o também pastor Fabio Inacio. Juntos, eles são pais de quatro filhos.

Em uma publicação com as crianças, o casal destacou: “Que o nosso conceito de família esteja relacionado à quantidade de amor, não à quantidade de pais ou mães que uma criança tem”.

pastor Marcos Gladstone - Monique Evans

Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Monique Evans começou a frequentar a igreja de Gladstone há cerca de sete anos, desenvolvendo uma forte amizade com o pastor.

“Monique tem uma história com a gente desde 2017, quando ela se aproximou muito. Como ela tinha se tornado evangélica e vivia em uma relação homoafetiva, creio que ela quis se aproximar de igrejas que a acolhessem, explicou ele em entrevista ao portal ‘Terra’.

O casamento de Monique Evans e Cacá Werneck, sob a celebração do pastor Marcos Gladstone, foi bastante comentado nas redes sociais.

Internautas ressaltaram que o matrimônio representa não apenas a união de duas pessoas que se amam, mas também um símbolo de inclusão e respeito às diversidades.

Monique Evans conheceu Cacá Werneck em clínica psiquiátrica  

O primeiro encontro das duas aconteceu em um dos momentos mais difíceis da vida de Monique, quando ela estava internada em uma clínica psiquiátrica tratando a Síndrome de Borderline.

Monique revelou: Conheci pelo Facebook e ela foi me visitar na clínica. Mandou cinco dúzias de rosas para lá. Eu não podia nem colocar num vaso, porque não podia ter vidro. Tive que pôr as flores no lixo. Quando saí da clínica, a Cacá disse: ‘Posso te fazer mais feliz que qualquer homem‘”.

Monique, que convive com a síndrome desde a adolescência, foi diagnosticada oficialmente em 2013 durante sua primeira internação.

Veja também:
Virou festa? Ator pornô diz que também já fez 'nhec nhec' dentro do SBT com funcionário

“Sofro desde pequenininha. Não posso dizer nunca mais, porque tenho que viver cada dia. É uma coisa muito séria e só fui diagnosticada na primeira vez que me internei. Quem sofre desta doença, quando está com uma dor muito grande na alma, prefere que a dor seja física”, explicou Monique ao jornal ‘O Globo’.

O relacionamento com Cacá foi crucial para a recuperação de Monique após a internação. Cacá foi a primeira mulher com quem a apresentadora se relacionou.

Nunca tinha ficado com mulher na minha vida. Eu estava há quatro anos sem beijar na boca, sem transar. Expliquei que nunca tinha dado nem beijo numa mulher e que ela ia ter que ter paciência. Demorei séculos para dar o primeiro beijo. Na primeira transa, tudo que ela fazia eu copiava, porque eu não sabia o que mulher fazia com mulher. Me apaixonei pela Cacá, pela alma dela, pelo cuidado que tem comigo”, disse Monique.

A relação homoafetiva de Monique e Cacá foi acolhida pela família. Armando, filho de Monique com Pedrinho Aguinaga, enviou uma mensagem carinhosa: “O que eu mais quero é te ver feliz”.

Monique também respondeu às críticas de que seu relacionamento com Cacá seria para aparecer na mídia.

Nunca namoraria a Cacá só para isso, como já disseram. Eu quase não saio, fico dentro de casa. Sou convidada para todos os lugares, mas não vou”, afirmou Monique.

Namoro ioiô e polêmicas

No dia do aniversário de 65 anos de Monique Evans em 2021, oito meses depois do término com a DJ Cacá Diniz, elas resolveram anunciar que estavam juntas novamente.

Mas se engana quem pensa que elas ficaram esse tempo todo separadas. Em novembro de 2020, após apenas 1 mês e e três dias longe, o casal reatou o namoro – só que decidiu viver isso em segredo.

O motivo deles terem passado tantos meses ‘namorando às escondidas’ foi o medo do julgamento das pessoas. Isso porque o relacionamento conturbado contou com um término agitado também.

Monique chegou a dizer que precisava de paz e que nunca mais viveria uma relação amorosa. “Me livre de você”, disse ela na época. No entanto, elas reataram pouquíssimo tempo depois.

“Eu queria preservar a gente nessa volta, sabe? Ficar longe de olho gordo e julgamentos. Depois da nossa volta, não tivemos mais nenhuma briga. Revigoramos o nosso amor e a gente repensou vários pontos. Vimos que o nosso amor é maior que qualquer coisa“, afirmou Monique em entrevista ao colunista Leo Dias, do jornal ‘Metrópoles’.

Monique Evans não nega o que falou no momento do término, mas garante que agora está tudo certo com elasNão deixo de assumir o que eu falei na época, o que a Cacá disse também, mas graças a Deus está tudo resolvido“, disse.

Veja também:
Filha de Maira Cardi debocha de cozinheiro e revolta web: 'celular de pobre'

Ela deu detalhes sobre como conseguiram esconder o namoro por tanto tempo. “Foi louco porque não podíamos andar juntas. Quando eu fazia uma foto para postar na internet, na casa da Cacá, por exemplo, tinha que procurar uma parede branca para ninguém desconfiar“.

Segundo Monique, cada uma tem sua casa, mas elas sempre dormem juntas. Ela continua tendo o apartamento dela e eu o meu. Ela precisa de espaço para estudar, dar aulas e para produzir. Mas dormir, sempre dormimos juntas, ou aqui ou lá. Nossos cachorros, que são cinco, também ficam nessa loucura com a gente”. 

Até mesmo para a filha, Bárbara Evans, Monique demorou um pouco para contar. Faltava coragem, de acordo com a loira.

“No início, escondemos porque fiquei com medo da reação da Bárbara. E a gente queria ver se dava certo mesmo. Pensava: Vai que a gente se separa de novo?’. Mas Bárbara sabe há algum tempo. E está tudo bem. Agora não queremos esconder nada de ninguém e viver a vida”, diz ao ‘Metrópoles’.

Sofremos muito com a separação, mas não há mal que venha para o bem na frente. Nosso amor é gigante. E o meu amor pela Bárbara, pelo marido dela (o empresário Gustavo Theodoro), por toda a família também é grande. Esse perdão nosso foi muito importante”, explica a DJ.

Me arrependo muito dos impulsos que tive quando nos separamos. Pegaram na minha parte mais fraca e aí acabei falando coisas na mídia que jamais deveria ter falado. A família está sempre em primeiro lugar, e aprendi isso. Tenho muita gratidão pela Bárbara. Ela foi a primeira pessoa que nos acolheu quando nos assumimos. E ela está torcendo muito por nós”, disse Cacá.

“Aprendi que os problemas familiares precisam ser resolvidos dentro de casa. Quando os tornamos públicos, precisamos explicar para pessoas que não vão nos ajudar quando precisarmos. Quando o casal tem um problema, resolve entre o casal. E quando há amor, há o perdão. Tudo passou e o amor prevaleceu, afirmou ela.

“Respeito e amor acima de tudo. E Deus é amor. Sei que sempre seremos criticadas por um lado, mas também teremos muito apoio. Não vamos agradar a todos, né? E está tudo bem. O que importa é que estamos bem, finaliza Cacá.

  • 🔈Qual é o melhor modelo de Alexa: Echo Dot, Pop ou Show? Conheça as diferenças e veja qual se adequa melhor ao seu estilo!!! Basta clicar aqui.

O que o Junior tanto faz em banheiras???