Fotos: Reprodução

Após esconder doença grave da família, ex-Menudo é encontrado morto

Aos 51 anos, o cantor Ray Reyes foi encontrado morto na cozinha de casa, em Porto Rico, na última sexta-feira (30). Ele integrou o grupo de sucesso global na década de 1980: Menudo.

A causa da morte foi uma surpresa para todos, inclusive para a família do artista: um infarto. Ele era obeso há anos e lutava contra a depressão.

Ray tinha pensado em alternativas para emagrecer, inclusive as mais invasivas, como cirurgia bariátrica, mas outros problemas de saúde o impediam.

Veja também:
Ricky Martin: como o astro se assumiu gay e por que demorou tanto para isso

Os momentos de isolamento durante a pandemia do coronavírus levaram o artista a descontar a ansiedade e o estresse na comida, ganhando ainda mais peso. 

Ele enfrentava uma doença chamada cardiomegalia, a mesma que Diego Maradona sofria quando morreu, em novembro de 2020, mas não dividiu este fato com a família.

É uma espécie de inchaço no coração que aponta a existência de alguma outra grave doença no órgão. Quando diagnosticada, a expectativa de vida de 50% dos paciente é de, no máximo, 5 anos. 

Ray Reyes deixa dois filhos, Marcos de 24 e Cecília, de 16. Os dois vivem em Miami, nos Estados Unidos. Ele, por sua vez, morava em Porto Rico para auxiliar nos cuidados de sua mãe, que tem câncer.

Veja também:
Anthony Galindo, ex-Menudo que tentou suicídio, morre aos 41 anos

Tristemente, esta é a segunda perda do grupo Menudo em um curto período de tempo. Em outubro de 2020,  Anthony Galindo, também ex-membro e conhecido como Papi Joe, morreu aos 41 anos. O cantor venezuelano estava internado em um hospital nos Estados Unidos após tentativa de suicídio.

Menudo

O grupo Menudo começou suas atividades em 1977 e seguiu até 1996. Na década de 1980, passaram pelo grupo, além de Ray Reyes, Anthony Galindo, Xavier Serbiá, Miguel Cancel, René Farrait, Carlos Meléndez, Ricky Meléndez, Johnny Lozada, Charlie Massó, Roy Rosello, Robby Draco Rosa, Nefty Sallaberry, Ricky Martin e Sergio Blass.

Eles venderam mais de 20 milhões de discos pelo mundo. Em 2007, retornaram aos palcos e encerraram suas atividades em 2009. Foi um grande fenômeno da América Latina. 

Relembre um grande sucesso do grupo:

Mais um ex-Menudo se assume gay

Compartilhar