Fotos: Reprodução/Instagram Taylor Swift - cantora

Terceiro fã de Taylor Swift morre no Rio de Janeiro esperando pelo show

No cenário vibrante do Rio de Janeiro, a série de shows da aclamada ‘The Eras Tour’ de Taylor Swift tem sido acompanhada por acontecimentos sombrios.

O mais recente é a morte trágica de um jovem de 23 anos nas proximidades do Estádio Nilton Santos, local que recebeu o espetáculo do artista.

Uma equipe de bombeiros, acionada na tarde de segunda-feira (20), encontrou o rapaz inconsciente, vítima de um quadro cardiorrespiratório. Apesar dos esforços médicos, ele foi declarado morto no Hospital Municipal Salgado Filho.

O hospital, em nota oficial, expressou pesar pelo ocorrido, confirmando que o paciente, identificado apenas pelas iniciais GNS, foi encontrado em estado crítico e não sobreviveu.

“A direção do Hospital Municipal Salgado Filho lamenta o ocorrido, e confirma que o paciente GNS (23) foi encontrado pelos bombeiros inconsciente em parada cardiorrespiratória na Rua das Oficinas, no entorno do Engenhão, às 17h15. O paciente foi levado de ambulância para o hospital, que não conseguiu reverter o quadro e constatou o óbito”, informa o comunicado.

Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, usou as redes sociais para esclarecer que a morte não está diretamente relacionada ao evento da cantora.

Veja também:
No primeiro dia, BBB 24 já começa polemizando por falta de acessibilidade

“Antes que divulguem de forma equivocada, o óbito de ontem não tem qualquer relação com o evento. O paciente tinha problemas de saúde preexistentes”, enfatizou Paes.

Morte de outros fãs de Taylor Swift

Mesmo assim, este caso não é isolado. Outra fã da cantora, Ana Clara Benevides, também de 23 anos, não resistiu a uma parada cardiorrespiratória durante o show de estreia da turnê.

A estudante de psicologia desmaiou sob uma temperatura extrema com sensação térmica de 60 graus e, apesar dos esforços médicos, faleceu no mesmo hospital.

Em uma ocorrência separada, um turista de Mato Grosso do Sul, Gabriel Mongenot, de 25 anos, foi brutalmente assassinado na Praia de Copacabana.

Ele, que estava na cidade para assistir ao show, foi vítima de um assalto, recebendo 23 facadas. Os assaltantes, que já foram identificados pela polícia, levaram a chave de um veículo e dois celulares. Dois dos suspeitos foram presos, enquanto um terceiro permanece foragido.

Esses eventos trágicos, ocorrendo em torno da passagem da estrela pop pela cidade, geraram uma onda de comoção entre os fãs e moradores locais, destacando a imprevisibilidade e a fragilidade da vida em situações de grande aglomeração e celebrações.

Fã de Taylor Swift que foi morto em assalto levou 23 facadas

Compartilhar