Fotos: Reprodução/Instagram

A trajetória de Tierry antes do sucesso meteórico (e fotos antes da fama!)

Não é dúvida para ninguém que Tierry é um verdadeiro fenômeno nacional, que ganhou fama como cantor apenas em 2020. No entanto, na Bahia, ele é um artista conhecido há mais de 10 anos.

Como compositor, por outro lado, sua carreira já é bem-sucedida há bastante tempo, mas o caminho até chegar ao auge foi longo e cheio de desafios.

Você pode não saber, mas Tierry é autor de hits gravados nas vozes de inúmeros intérpretes como: Gusttavo Lima, Wesley Safadão, Bruno e Marrone, Daniel, Simone e Simaria, Lucas Lucco, Ivete Sangalo, Claudia Leitte e até Maria Bethânia (entre muitos outros).

Veja também:
Recém-assumidos, Tierry e Gabi Martins já fizeram até tatuagem de casal

Em entrevista ao colunista Leo Dias, do jornal ‘Metrópoles’, Tierry disse: “Minha carreira de cantor é um presente de Deus, estou em comunhão com o meu público por tamanho reconhecimento. Como compositor, tenho o maior orgulho em ver os meus sucessos nas vozes de grandes nomes da nossa música brasileira”.

Em 2010, o soteropolitano entrou na banda de pagode ‘Fantasmão’, dona dos hits ‘É Pau É Briga’ e ‘Quebrar e Arrochar’.

Permaneceu ali por 5 anos, fazendo vários shows pelo Nordeste brasileiro. Nesta época, Tierry tinha o apelido de Coringa e se apresentava com metade do rosto coberto por uma máscara branca.

Confira algumas fotos de Tierry antes da fama nacional:

Fotos: Reprodução/Divulgação

Já no ano de 2015, ele decidiu deixar o projeto para se dedicar à carreira solo. A partir daí, apostou na mistura do sertanejo com arrocha e até um pouco de tecnobrega.

Em 2017, Tierry chegou a fazer algum sucesso com as músicas ‘Casado, Namorando, Solteiro’, que estourou também na voz de Wesley Safadão, e ‘Moça no Espelho’, regravada por Zé Neto & Cristiano, Xand Avião e Jonas Esticado. Ambas as canções acumulam milhões e milhões de views no YouTube em todas as versões.

Veja também:
Gabi Martins se envolve em polêmica por conta de suposta conversa com Tierry

Mesmo assim, tudo isso não se compara ao sucesso absoluto que Tierry conquistou no último ano com o lançamento de ‘Rita’, canção que já tem mais de 100 milhões e 600 mil visualizações no YouTube e é reproduzida nas rádios e streamings todos os dias.

Ouça ‘Rita’, de Tierry

Outra música de Tierry que está fazendo um sucesso e tanto é ‘Hackearam-me’ – que, na gravação do DVD, contou com a participação especial de Marília Mendonça – e já tem mais de 50 milhões de visualizações.

No Spotify, Tierry alcançou a marca de 6 milhões de ouvintes mensais recentemente. Além disso, em sua página do site ‘Sua Música’, ele tem mais de 1,5 milhão de downloads e quase 8 milhões de plays. No Instagram, 3,3 milhões de pessoas o acompanham. No YouTube, tem 2,4 milhões de inscritos em seu canal.

“Hoje eu só agradeço a Deus por cada degrau que subi nesses últimos meses. Estou realizando um grande sonho! Ter esse reconhecimento como cantor, como artista, é o retorno de muito trabalho, esforço e dedicação. Obrigado a todos vocês que estão comigo nessa jornada”, afirma Tierry.

Contudo, segundo o artista ainda falta uma coisa para completar sua alegria. “Agora, para me sentir pleno, falta ouvir o timbre único do Rei cantando uma música que fiz. E até penso em uma para ele. Roberto Carlos cantando… tantas emoções…”, brinca, durante entrevista ao ‘Metrópoles’.

Veja também:
Zé Felipe deixa escapar que Gabi Martins e Tierry estão juntos; cantora se manifesta
Compartilhar