Foto: divulgação

Anitta e deputado discutem em live sobre MP que muda pagamento de direitos autorais

A cantora Anitta realizou, na noite da última terça-feira (5), uma live com o deputado Felipe Carreras (PSB-PE). A transmissão teve o intuito de debater sobre a emenda que o político propôs à Medida Provisória 948, abordando pontos relacionados ao recolhimento de direitos autorais.

A MP 948, na verdade, estipula novas regras para cancelamento de eventos e serviços de turismo e cultura na pandemia do novo coronavírus. Já a emenda de Carreras estipula mudanças na cobrança dos direitos autorais, fazendo com que compositores percam dinheiro. Além disso, os intérpretes (cantores e/ou instrumentistas) sejam responsáveis pelo pagamento, e não os produtores de eventos, atuais responsáveis por destinar a renda ao Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad).

Na prática, o valor de direitos autorais passa a ser de 10% da bilheteria (pago pelo produtor de eventos) e torna-se 5% do cachê do artista (retirado do próprio artista). Diversos músicos e o próprio Ecad criticaram publicamente a emenda.

A live de Anitta com Felipe Carreras começou como um debate ameno, mas o clima esquentou e os dois chegaram a bater boca. A cantora interrompeu o político em uma série de ocasiões para manifestar sua opinião. O parlamentar, por sua vez, também chegou a falar por cima da artista.

Anitta disse, em determinado momento da conversa, que não vê Felipe Carreras como um político que está do lado dos artistas, diferente do que ele havia falado. “É um momento que não condiz, principalmente a MP 948, uma MP de urgência, sobre a toda a dificuldade que todas essas pessoas estão passando nesse momento de coronavírus… usar essa MP de urgência para colocar essa questão de direito autoral… não é o momento”, afirmou ela.

Veja também:
Anitta surpreende ao fazer live beneficente com repertório de músicas gospel

O parlamentar reforçou que está aberto ao diálogo, mas a cantora o rebateu, dizendo que “só é diálogo quando a gente tem opção antes da coisa ser feita”. “Se a gente não estivesse sempre fiscalizando e vendo o que tá rolando, a gente não ia ter a oportunidade de lutar para reivindicar isso”, disse ela, antes de anunciar o fim da live, para não estourar o tempo limite de uma hora.

Felipe Carreras pediu um minuto para dizer, novamente, que está aberto ao diálogo e que conversou com uma representante do Ecad a respeito da emenda. “Nâo consigo falar com todo mundo. Com você eu posso falar amanhã, depois, com outros artistas, estou à disposição. Estou à disposição do diálogo, estou do lado de vocês”, disse.

A cantora, então, interrompeu o político novamente para afirmar: “Não acho que você esteja, e é uma coisa que a gente não vai concordar, não vai acabar o debate jamais. Obrigada pelo seu tempo, a gente continua aí lutando, você puxa daí, a gente puxa daqui, e vamos ver o que acontece”. Carreras repetiu que está do lado dos artistas, enquanto Anitta declarou: “não acho, não concordo”. A transmissão, enfim, foi encerrada.

Veja o momento de encerramento da live:

Assista à live na íntegra a seguir (o debate fica um pouco mais acalorado a partir do 44° minuto):

Veja também:
Veja quais as lives com shows de música marcadas para os próximos dias

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar