Foto: divulgação

Beyoncé e Jay-Z são criticados por ficarem sentados durante hino nacional dos EUA

A cantora Beyoncé e seu marido, o rapper Jay-Z, foram criticados por uma situação ocorrida no Super Bowl LIV, partida de futebol americano que concluiu a temporada da National Football League (NFL), no Hard Rock Stadium de Miami, Estados Unidos, no último domingo (2). O casal permaneceu sentado durante a execução do hino nacional, que foi performado por Demi Lovato na ocasião.

Veja também:
Shakira e Jennifer Lopez fazem espetáculo no show de intervalo do Super Bowl; assista

Não se levantar para a execução do hino nacional, na maioria dos países, é considerado um ato desrespeitoso. Cientes disso, Beyoncé e Jay-Z permaneceram sentados na arquibancada, ainda que estivessem atentos e assistindo à performance de Demi Lovato.

O momento foi captado em vídeo e circulou nas redes sociais. Veja:

A situação remeteu à atitude do jogador de futebol americano Colin Kaepernick, que, na temporada 2016 da NFL, passou a fazer protestos durante a execução do hino nacional dos Estados Unidos. Para chamar atenção para problemas como racismo e desigualdade, ele ficava sentado ou ajoelhado na lateral do campo ao invés de se levantar para o momento.

Como resultado, Colin Kaepernick não teve seu contrato renovado com a equipe do San Francisco 49ers. Ele não encontrou nenhum time para atuar em 2017 e, desde então, segue afastado do esporte.

Nas redes sociais, as opiniões se dividiram. Muitos internautas, especialmente dos Estados Unidos, fizeram críticas à postura do casal. Outros saíram em defesa e fizeram a conexão com o caso de Colin Kaepernick – que foi citado e até defendido pelo casal no álbum ‘Everything Is Love’, lançado em 2018.

Veja, abaixo, algumas reações de brasileiros na web:

Veja também:
Globo de Ouro: Beyoncé não se levanta para aplaudir Joaquin Phoenix e é criticada

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar