Fotos: reprodução / Instagram e TV Globo

Felipe Araújo diz que perdoa Zeca Camargo por crônica sobre Cristiano Araújo

Ainda tem dado o que falar a crônica que o jornalista Zeca Camargo fez sobre o cantor sertanejo Cristiano Araújo, após a morte do artista, em 2015, em um acidente de carro. Na ocasião, durante o ‘Jornal das Dez’, da Globo News, o apresentador questionou a popularidade do gênero sertanejo e do próprio Cristiano, além de criticar a comoção do público.

Quase cinco anos depois, o irmão de Cristiano e também cantor, Felipe Araújo, falou sobre a crítica feita por Zeca Camargo. Embora tenha pontuado que o comentário do jornalista foi desrespeitoso, o sertanejo afirmou que o perdoa pelo ocorrido.

Veja também:
Último show gravado de Cristiano Araújo é exibido em live beneficente do VillaMix

“Eu deleto o que o Zeca Camargo fez. Aquele texto, que de certa forma foi desrespeitoso, era uma opinião dele. Eu o perdoo, porque acho que foi um momento de infelicidade”, disse, em entrevista ao jornalista Leo Dias, do ‘Uol’.

Em seguida, Felipe destacou que não é seu papel fazer qualquer tipo de julgamento. “Todo o mundo está propenso a cometer erros, e ele cometeu um erro que foi grave, mas foi um erro. Não estou aqui para julgar ninguém. Não estou aqui para apontar o dedo na cara de ninguém nem falar que a pessoa está errada. Também erro bastante”, afirmou.

Ainda durante o bate-papo, Felipe Araújo afirmou que sente a presença do irmão Cristiano. “Sinto ele presente. Falando de carreira, não me comparo, mas sinto ele presente em todos os momentos. Nos momentos complicados, por exemplo… Em um momento igual a esse, fico imaginando o que ele faria, numa situação como essa de coronavírus”, disse.

Em seguida, ele destacou uma situação positiva em que sentiu que Cristiano Araújo estava junto. “No ano passado, realizei um grande sonho da minha vida que foi participar do Rodeio de Barretos, no palco principal, e senti que a todo momento ele estava presente, ele estava se orgulhando, ele estava vendo tudo acontecer. Foi muito bacana. Mas na maioria das vezes que penso no Cristiano é como ele agiria na situação que estou vivendo”, afirmou.

Veja também:
Felipe Araújo bebe, xinga Conar e chora ao homenagear o irmão Cristiano em live; assista

A entrevista está disponível no YouTube. Confira:

A morte de Cristiano Araújo

Cristiano Araújo e namorada dele, Allana Moraes, faleceu em um acidente de carro na BR-153, entre as cidades de Morrinhos e Pontalina, em Goiás, no dia 24 de junho de 2015. Araújo voltava de um show em Itumbiara, sul de Goiás, quando o veículo que ele estava, uma Range Rover, saiu da estrada e capotou.

O cantor tinha 29 anos e sua namorada, Allana Moraes, estava com 19. Na ocasião, as investigações concluíram que o motorista dirigia o carro acima da velocidade permitida e com as rodas do veículo danificadas.

O condutor era Ronaldo Miranda, que foi condenado, em janeiro de 2018, por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar). Em decisão em primeira instância, Miranda foi condenado a 2 anos e sete meses de detenção em regime aberto, mas a pena foi convertida em prestação de serviços comunitários e pagamento de multa de R$ 25 mil.

Em dezembro de 2019, o Tribunal de Justiça de Goiás analisou um recurso da defesa do réu, mas decidiu por manter a condenação.

Veja também:
Veja quais as lives com shows de música marcadas para os próximos dias

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.