Fotos: reprodução / Instagram

Flayslane, do ‘BBB 20’, já cantou e conviveu com Gabriel Diniz: ‘acreditou em mim’

As ligações do ‘Big Brother Brasil 20’ com o universo musical são enormes. O programa tem três cantoras – Manu Gavassi, Gabi Martins e Flayslane (da dupla Lane e Mara) -, além de um ator, Babu Santana, que mantém carreira no segmento em paralelo e é notável por seu papel como Tim Maia na cinebiografia do artista.

Como era de se esperar, os cantores do ‘BBB 20’ têm forte relação com outros colegas de profissão. Porém, chama atenção uma dessas conexões: a de Flayslane com Gabriel Diniz, falecido em maio de 2019, aos 28 anos, após um acidente aéreo.

A relação de Flayslane e Gabriel Diniz ia além do profissionalismo: ao que tudo indica, os dois eram amigos. A atual participante do ‘BBB 20’ chegou a fazer uma homenagem ao cantor, em uma publicação nas redes sociais, quando ele faleceu.

“A minha dor, sim, é por ter convivido contigo, por você acreditar nos meus sonhos, ter vibrado muito comigo, feito planos profissionais juntos e, principalmente, por conhecer esse coração tão lindo seu, te vi ajudar tanta gente que é o que é hoje porque você deu o empurrãozinho no começo”, afirma ela, inicialmente.

A artista completa: “Por que a gente tem que perder gente assim? É avassalador imaginar que a morte chegue assim sem avisar e cancele todos os sonhos, que já não exista mais chance de fazer de novo, é encarar o ‘nunca mais'”.

Flayslane destacou que Gabriel Diniz tinha tantos projetos “de família, de ser pai, projetos na música brasileira, em fazer a diferença”. “Um ícone que deixava qualquer um de boca aberta te vendo em ação executando a sua arte, pois foi assim que os meus olhos grudaram em você e me vi CHOCADA pela primeira vez na minha vida com um ESPETÁCULO de um artista brasileiro. Dói muito, mas muito mais em mim mesmo saber que a dor da tua família que te ama TANTO, que vive em função de apoiar teus êxitos, do paizão e da mãezona que você tem não terá fim nunca. Dói saber que não adianta poetizar a morte porque isso não vai aliviar a dor, dói a perda, dói não ter chance de despedida, dói não poder fazer nada para mudar esse fim trágico e prematuro para um ser humano de tanta luz que fazia tanta diferença no mundo”, disse, na ocasião.

View this post on Instagram

A minha dor sim é por ter convivido contigo, por você acreditar nos meus sonhos, ter vibrado muito comigo, feito planos profissionais juntos, e principalmente por conhecer esse coração tão lindo seu, te vi ajudar tanta gente que são quem são hoje porque você deu o empurraozinho no começo, porque a gente tem que perder gente assim??? é avassalador imaginar que a morte chegue assim sem avisar e cancele todos os sonhos, que já não exista mais chance de fazer de novo, é encarar o “nunca mais” Uma energia, alegria, leveza dessas que você era em vida não tem como suprir Gabriel. Ainda tinha tantos projetos, de família, de ser pai, projetos na música Brasileira, em fazer a diferença… Um ícone que deixava qualquer um de boca aberta te vendo em ação executando a sua arte, pois foi assim que os meus olhos grudaram em você e eu me vi CHOCADA pela primeira vez na minha vida com um ESPECTÁCULO de um artista brasileiro. Dói muito, mas muito mais em mim mesmo saber que a dor da tua família que te ama TANTO, que vive em função de apoiar teus êxitos, do paizão e da mãezona que você tem não terá fim nunca. Dói saber que não adianta poetizar a morte porque isso não vai aliviar a dor, dói a perda, dói não ter chance de despedida, dói não poder fazer nada pra mudar esse fim trágico e prematuro pra um ser humano de tanta luz que fazia tanta diferença no mundo, e essa perda foi pra uma país inteiro, para a família, para a namorada, para os fãs tão apaixonados, para os amigos, para os admiradores, qualquer um hoje e daqui pra sempre vai sentir sua perda Gabriel, eu só consigo sentir tudo de pior que exista de sentimentos agora. e o silêncio tomou conta de tudo por aqui, Não consigo ter ânimo, força, só consigo sentir um aperto sem fim, só consigo sentir dor por achar a morte assim tão injusta, dói saber que a vida se foi pra você e que poderia ter sido e que daqui a pouco pode ser pra qualquer um de nós. me resta pensar que Deus quis te tirar desse mundo tão mais mal do que bem nos tempos que vivemos hoje, e te levar pra pertinho dele para a vida eterna ao lado dele, que é a que realmente vale a pena. Dói que nunca mais a gente vai ouvir tua voz. 🙏🖤

A post shared by FLAYSLANE 🎤 (@laneeoficial) on

Pariabana de Nova Floresta, Flayslane entrou para o reality show da TV Globo no grupo ‘Pipoca’, composto por anônimos, mas seu trabalho na música com a dupla Lane e Mara não permite que ninguém diga que ela seja, de fato, desconhecida.

Veja também:
Flayslane: participante do BBB 20 é cantora sertaneja famosa na internet

Com a dupla, Flayslane lançou um EP de músicas autorais, intitulado ‘Raiva de Amar’, que está disponível nas plataformas de streaming. Uma das músicas, ‘Corno Apaixonado’, acumula 1,6 milhão de visualizações no YouTube. Outra, intitulada ‘Estado Violento’, chega a 1,1 milhão de reproduções.

Em entrevista ao site ‘Gshow‘ antes de entrar para o ‘BBB 20’, Flayslane disse que não se lembra de um momento da vida em que não fosse cantora. “Eu tinha um vizinho que fazia parte de uma banda e toda vez que o pessoal se reunia na casa dele, eu ia tomar banho e cantava altíssimo, gritando, para eles ouvirem e saberem que tinham uma vizinha que cantava bem. Deu certo! Aos 13 anos, fiz o teste para banda e eles me amaram. Entrei e foi assim que eu comecei”, disse.

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.