Fotos: reprodução / Instagram

Kelly Key revela que se tornou milionária antes dos 20 anos e que música é hobby

Quem é brasileiro e se lembra do início dos anos 2000, certamente, tem recordações do trabalho de Kelly Key. A cantora explodiu para a fama em 2001, com seu disco de estreia, que vendeu mais de 500 mil cópias no país, além de outras 20 mil em Portugal e mais 200 mil no restante do mundo, com a versão em espanhol.

Músicas como ‘Baba’ e ‘Cachorrinho’ garantiram a popularidade de Kelly Key por um bom tempo. A artista seguiu bombando com outros trabalhos, como as canções ‘Adoleta’ e a regravação ‘Barbie Girl’ (original do Aqua), mas ela tratou de se garantir financeiramente logo nos primeiros passos da carreira.

Em entrevista ao jornalista Leo Dias, no ‘Metrópoles’, Kelly revelou que o sucesso estrondoso na música fez com que ela se tornasse milionária antes mesmo dos 20 anos. Hoje com 37, a cantora apenas 18 anos quando lançou seu primeiro disco.

Veja também:
Entenda a briga judicial entre Belo e Denílson, que envolve o Soweto

“Eu tinha 17 anos quando minha primeira música tocou na rádio, antes dos 20 anos já tinha meu primeiro milhão. A partir dali, me tornei uma mulher de negócios. As coisas não eram mais brincadeira”, afirmou.

Ela também revelou que logo deixou de ter dependência do trabalho na música porque soube como ter controle financeiro. “Sempre fui investindo meu dinheiro, abrindo novos negócios e, aos 25 anos, não dependia mais da música, já tinha um trabalho paralelo. A partir daí, comecei a ver a música como um hobby, algo gostoso de se fazer e que bom que era meu trabalho”, disse.

É por isso que, desde o álbum ‘Pra Brilhar’, de 2008, foram poucos trabalhos lançados na música. A partir de então, ela divulgou apenas dois discos, ‘No Controle’ (2015) e ‘Do Jeito Delas’ (2020). O último, inclusive, acabou de sair do forno: está chegando a público nesta sexta-feira (10) e traz participações de Preta Gil, Pocah, Luísa Sonza, MC Rebecca e outras.

“Isso (não depender da música) também tira aquela sensação de urgência, que as coisas têm de acontecer naquele instante. Agora, volto à música por puro gosto, é uma delícia, as pessoas me pediam muito e justificavam para mim que resgatava algo do coração delas”, declarou.

Atualmente, além de seu trabalho na música, Kelly Key é influenciadora digital do segmento fitness e empresária.

Veja também:
Afinal, Marrone, da dupla com Bruno, não sabe cantar?

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar