Foto: reprodução / YouTube

Ex-empresária acusa Pepê e Neném de venderem carro penhorado por dívida

A empresária Angélica Capelete afirma que está em busca de seus direitos após uma dívida que Pepê e Neném têm com ela. A ex-assessora da dupla alega que não foi paga por serviços prestados no passado e que a situação já se desdobra na Justiça.

Em entrevista à colunista Fábia Oliveira, do jornal ‘O Dia‘, Angélica Capelete diz que um automóvel de Pepê e Neném foi penhorado judicialmente para servir como parte do pagamento da dívida. Porém, de acordo com a empresária, o carro foi vendido, mesmo com o bloqueio.

“Como se vende um bem bloqueado judicialmente? Onde está o documento de compra e venda? Quem é esse comprador? Eu quero o que é meu de direito e eu ganhei esse automóvel na Justiça”, declarou ela, que trabalhou com a dupla por 3 anos.

Angélica trabalhou para Pepê e Neném em sistema de comissão: a cada trabalho que ela conseguisse, receberia 20% do cachê. Porém, segundo ela, as artistas “sumiram” após participarem do reality show ‘A Fazenda’, em 2014.

“Estou há 5 anos e meio lutando para receber uma indenização da multa de rescisão do contrato não paga. Pedi R$ 74 mil e hoje, com juros e correção monetária, chegaria aos R$ 100 mil. Bloqueei tudo possível durante esse tempo e consegui, além do carro, R$ 12 mil que ainda não foram liberados porque elas entram com recursos alegando que esse dinheiro é de subsistência delas”, disse a empresária.

Por fim, ela aponta que está passando por dificuldades financeiras em meio à pandemia, pois trabalha no ramo do entretenimento, que está parado no momento. “Cansei de esperar e agora vou até o fim. Não vou mais ponderar. Quero a prisão delas se for preciso. As pessoas tem que saber que não podem deixar de honrar seus compromissos. Contratos existem para serem cumpridos”, concluiu.

A dupla ainda não se manifestou sobre as acusações.

Veja também:
Veja quais as lives com shows de música marcadas para os próximos dias

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar