Foto: Reprodução/YouTube

Prostitutas opinam sobre nova música de Marília Mendonça que retrata a profissão

Conhecida por tocar fundo na ferida com suas famosas “sofrências”, a cantora Marília Mendonça decidiu quebrar tabus com seu mais novo lançamento. ‘Troca de Calçada‘ conta a triste história de vida de uma garota de programa que foi levada à profissão por circunstâncias sociais e sofre preconceito no dia-a-dia.

A letra, composta pela própria Marília, estava guardada na gaveta há vários anos. Ela mesma contou que foram seus seguidores no Twitter que sugeriram o lançamento. Não ouviu ainda? Confira o resultado:

Marília Mendonça – ‘Troca de Calçada’

Veja também:
Marília Mendonça tatua coração realista e fãs adoram o resultado

O colunista Léo Dias, do jornal ‘Metrópoles’, teve uma criativa ideia e procurou algumas prostitutas da vida real. Ele questionou o que elas teriam achado de serem retratadas no mais novo sucesso da cantora sertaneja.

“É difícil para quem sofreu decepções atrás de decepções. O lado financeiro acaba sendo o arremate final para que a gente escolha esse caminho. Aos meus olhos, dinheiro nenhum no mundo é sujo. Quando as necessidades apertam, não existe isso. Nessa vida, é a mais pura verdade: sempre termos que colocar o coração em quinto plano para o corpo ficar quente”, diz Jessica Borges, aludindo a trechos da letra.

“Não uso nome de guerra, uso o meu mesmo. Se tem uma coisa que não tenho vergonha é do que faço. Nas dificuldades que passei, não tive ninguém para me dar apoio. As decepções que vivi doeram muito mais que o nojo que as pessoas possam sentir de mim”, finalizou a jovem de 26 anos, que atende na cidade de Goiânia (GO).

Veja também:
Marília Mendonça no Rock in Rio 2021? Ela está se divertindo com a ideia; veja

“A letra me tocou de maneira bem pessoal. Ela retrata o que uma garota de programa realmente sente. Acho que ela conversou com alguém que trabalha na área sobre o preconceito”, opinou a brasileira Duda Oliveira, que tem 22 anos e atende na cidade de Madrid (Espanha).

“Achei incrível como a Marília descreveu certinho a realidade da maioria de nós. A gente fica descrente dos homens por vê-los atendendo o telefone chamando a esposa de amor e, logo em seguida, deitar conosco na cama”, completou.

“Marília foi maravilhosa. Ela relatou o que muitas de nós sentimos. Eu costumo dizer que tem dois tipos de garota de programa. Aquela que faz pelo luxo e aquela que faz por necessidade, assim como eu”, afirma Mayara, que tem 28 anos de idade e também trabalha em Goiânia (GO).

“Tenho um filho especial e dedico grande parte do meu dia para ele em terapias, todos os dias. É impossível trabalhar de carteira assinada. A única hora que tenho é a noite pra ganhar dinheiro e trazer alimento para ele e minha outra filha. Essa música relatou tudo o que eu sinto. As pessoas julgam sem saber da minha história. Eu não tenho escolha, mas é claro que não queria ser uma vergonha para minha família”, desabafa ela, também citando um trecho da música.

Veja também:
Vídeo de Pocah é publicado em site erótico e ela fica chocada

Letra de ‘Troca de Calçada’, de Marília Mendonça

Se alguém passar por ela
Fique em silêncio, não aponte o dedo
Não julgue tão cedo
Ela tem motivos pra estar desse jeito
Isso é preconceito

Viveu tanto desprezo
Que até Deus duvida e chora lá de cima
Era só uma menina
Que dedicou a vida a amores de quinta

É claro que ela já sonhou em se casar um dia
Não estava nos planos ser vergonha pra família
Cada um que passou levou um pouco da sua vida
E o resto que sobrou ela vende na esquina

Pra ter o corpo quente
Eu congelei meu coração
Pra esconder a tristeza
Maquiagem a prova da d’água

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Só que amar dói muito mais
Do que um nojo na sua cara

Pra ter o corpo quente
Eu congelei meu coração
Pra esconder a tristeza
Salto 15 e minissaia

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Mas se soubesse um terço da história
Me abraçava e não me apedrejava

É claro que ela já sonhou em se casar um dia
Não estava nos planos ser vergonha pra família
Cada um que passou levou um pouco da sua vida
E o resto que sobrou ela vende na esquina

Pra ter o corpo quente
Eu congelei meu coração
Pra esconder a tristeza
Maquiagem a prova da d’água

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Só que amar dói muito mais
Do que um nojo na sua cara

Pra ter o corpo quente
Eu congelei meu coração
Pra esconder a tristeza
Salto 15 e minissaia

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Mas se soubesse um terço da história
Me abraçava e não me apedrejava

Hoje você me vê assim e troca de calçada
Mas se soubesse um terço da história
Me abraçava e não me apedrejava

Marília Mendonça rebate fã que classificou suas postagens como ‘adolescentes’

Compartilhar