Foto: divulgação

Anitta fala sobre relações grupais, namoros e bissexualidade: ‘família sabe’

Anitta concedeu uma entrevista reveladora ao ‘The Guardian‘, um dos jornais mais importantes do Reino Unido. Além de falar sobre a carreira, a artista tocou em pontos pessoais, como a sexualidade.

Durante o bate-papo, ela reforçou que é bissexual e comentou não apenas sobre sua frequente troca de namorados, como, também, de relações sexuais em grupo que pode ter mesmo quando está em um relacionamento sério.

“Se eu tenho um namorado e ele quer fazer um ménage ou trocar de casal, me sinto segura e não me sinto mal fazendo isso se todos estão felizes. Não me importo. Minha família sabe sobre minha vida bissexual”, declarou.

Veja também:
Anitta rebate internautas que a criticaram por bumbum flácido e mamilo aparecendo

A artista ainda brincou: “Troco de namorados tanto quanto troco de roupa”. E revelou que não se incomoda quando sua vida particular vira assunto entre as pessoas.

“Quanto mais as pessoas me julgam, mais quero dizer: ‘Ei, pessoal, eu faço isso e faço aquilo! Você quer saber mais? Eu também faço isso!'”, afirmou.

Veja também:
Arnaldo Saccomani elogia Anitta e critica voz de Pabllo Vittar: 'ofende ouvidos'

Anitta e política

Foto: divulgação

Em outro momento do bate-papo, Anitta refletiu sobre o momento político que o Brasil vivencia e como tudo isso fez com que ela amadurecesse com relação ao assunto. “Comecei a ter acesso à educação de qualidade depois de ganhar dinheiro. Depois de aprender, sozinha, como construir minha empresa, como administrar minha própria carreira”, disse.

A artista destacou que “nunca é tarde” para aprender e brincou com o pedido dos fãs, que desejam que ela concorra à presidência da República desde que os comentários sobre o assunto ficaram mais frequentes, especialmente após as lives com a jornalista e advogada Gabriela Prioli. “A lei exige que você só concorra a partir dos 35. Eu só estou tentando ajudar. Eu tenho 27. Muitos jornalistas me ligaram perguntando se eu iria disputar eleição e eu só falei: ‘só estou tentando ajudar, calma!'”, afirmou.

Ela opinou, ainda, que não aprova a gestão de Jair Bolsonaro como presidente do Brasil. “Não trouxe benefícios ao país”, declarou.

Veja também:
Luan Santana é evangélico? Bolsonarista? 5 curiosidades sobre o cantor

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.

Compartilhar