Foto: Reprodução/Redes Sociais Claudia Leitte

Claudia Leitte muda letra de música clássica e comete intolerância religiosa

Claudia Leitte, mais lembrada pelas polêmicas ao longo da carreira, encontrou-se no meio de uma nova controvérsia após uma alteração na letra de ‘Caranguejo, hit que a projetou ao estrelato em 2004.

  • Conheça e descubra tudo que você pode fazer com seu dispositivo Alexa! E o melhor: experimente por 30 dias e, se não gostar, receba seu dinheiro de volta. Clique aqui para conferir!

Durante uma apresentação ao vivo, capturada em seu ‘DVD AxeMusic: Ao Vivo em Recife‘ de 2014, a artista substituiu um verso originalmente dedicado a Iemanjá, figura central nas religiões de matriz africana, por uma exaltação a “meu rei Yeshua”, referência direta a Jesus Cristo em hebraico.

Apesar de antigo, só agora o vídeo acabou tomando proporções nas redes sociais. Na ocasião, Claudia substituiu a frase “Saudando a rainha Iemanjá” (que já entoou milhões de vezes ao longo de tantos anos) por “Só louvo meu rei Yeshua”.

A cantora de 43 anos, que se declara cristã neopentecostal, decidiu alterar a letra da música para não saudar Iemanjá. Acontece que a mudança na letra, que passou despercebida por cerca de 10 anos, acaba de se tornar alvo de debates acalorados nas redes sociais.

Enquanto alguns admiradores da cantora apoiaram sua liberdade de expressar sua fé, outros questionaram a coerência de sua atitude, apontando para uma possível contradição entre sua profissão de fé e sua participação ativa em festividades consideradas profanas por alguns segmentos cristãos.

Veja também:
Vanessa Lopes vai à TV explicar diagnóstico que a fez 'surtar' no BBB

Um usuário do ‘X’ (anteriormente conhecido como ‘Twitter’) expressou descontentamento, destacando um aparente dualismo na postura da cantora.

Mas o dinheiro do Axé ela não abre mão de nenhum centavo. Demonizar as coisas ‘do mundo’ ok, mas abrir mão do conforto que esse mundo proporciona, jamais”. O axé music, vale lembrar, é um ritmo com origens nas religiões de matriz africana.

Claudia Leitte - cantora

Foto: Reprodução/Instagram

“Essa pessoa só canta Axé pela grana e fama, mas no fundo tem aversão ao ritmo. Poderia muito bem deixar a hipocrisia de lado e ir cantar gospel, declarou um rapaz.

Crente é uma criatura aborrecida, somente eles estão certos, somente os líderes dele tem Deus a seu favor e pior, somente os líderes deles comandam Deus… é surreal pensar que Deus com toda ferocidade do antigo testamento iria obedecer essa gente ruim dos dias atuais”, declarou outra pessoa no ‘X’.

Por outro lado, a defesa veio de fãs que enxergam na atitude de Claudia Leitte um exemplo de respeito à diversidade.

Um deles argumentou: “Quando falamos em respeitar a diversidade temos que respeitar até mesmo aquilo que não nos representa. Ela é baiana, cantora, artista e cristã. Ela tem o direito de cantar o ritmo que a representa e tem o direito de professar a fé em que crê. Não há desrespeito, há diversidade!“. 

A discussão se estendeu até os que defendem a liberdade individual de culto e expressão, com um fã destacando: “Na verdade, ela cultua quem quiser. Não é obrigada a saudar quem não curte. É o direito dela uai! Cantou, não ofendeu ninguém”.

Confira o momento em que Claudia Leitte muda a letra da música ‘Caranguejo’:

  • Conheça e descubra tudo que você pode fazer com seu dispositivo Alexa! E o melhor: experimente por 30 dias e, se não gostar, receba seu dinheiro de volta. Clique aqui para conferir!

Fã de Anitta tenta agredir Claudia Leitte em show e acaba expulso: ‘baixaria aqui não’

Compartilhar