Fotos: Reprodução/Instagram

Naldo Benny sobre assassinato do irmão, MC Lula: ‘eu queria morrer junto’

Naldo Benny lançou, recentemente, um documentário no YouTube intitulado ‘Naldo, o Filho da Maré’, no qual conta sobre a infância difícil no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, e o início de sua carreira na música.

Dentre os assuntos tratados no vídeo, está um que ele raramente citou publicamente nos últimos 13 anos: o assassinato do irmão do artista, Jorge Luiz da Silva, conhecido como MC Lula.

“Fiquei deprimido, fiquei parado, parecia que eu queria morrer junto”, contou o funkeiro ao relembrar de um dos momentos mais tristes de sua vida.

Veja também:
Lembra dele? Rapper Silentó, do hit 'Watch Me', é acusado de assassinar o primo

A morte de MC Lula, irmão de Naldo Benny

Nesta terça-feira (9), MC Lula completaria 38 anos se ainda estivesse vivo.

Em 2008, o corpo dele foi encontrado carbonizado na Rua Marechal Marciano, em Bangu, no Rio de Janeiro. Dias depois, familiares reconheceram o corpo pela arcada dentária e pelas roupas que pareciam com as que Jorge Luiz usava.

Naldo e o irmão formavam uma dupla e, quando a tragédia aconteceu, eles estavam concluindo a gravação do CD ‘Na Veia’. Investigações apontaram que o artista, na época com 25 anos, foi brutalmente assassinado – mais uma vítima do crime organizado.

“Em 2008, a gente começou a fazer o CD ‘Na veia’. Tinha umas músicas já gravadas, comigo e com o meu irmão, quando estava marcado um dia para a gente concluir as vozes, já estava no final do CD, o meu irmão não chegou no estúdio. Ou seja, a gente tinha falado um pouco antes, a tarde, e infelizmente foi o dia que aconteceu a perda”, conta Naldo no documentário.

Sobre o estado que a morte do irmão o deixou emocionalmente, e até fisicamente, ele diz:

“Comecei a fazer aulas de dança com a perda do meu irmão. Eu estava gordo, eu fiquei deprimido, porque eu queria explodir de algum jeito e não conseguia, tentei seguir minha vida, mas eu não tinha cabeça para fazer nada, para malhar. Fiquei parado. Parecia que eu queria morrer junto”. 

Há um ano, Naldo fez uma homenagem ao irmão Jorge Luiz e comemorou o dia em que ele faria aniversário. “Meu irmão Lula, Jorge Luís da Silva, eu te amo e sempre vou te amar. Hoje seria um festão, mas comemore aí no céu, meu anjo bom! Naldo e Lula eternamente”, escreveu o artista nas redes sociais.

Confira algumas fotos de Naldo Benny com o irmão, o MC Lula:

Fotos: Reprodução

Assista ao documentário ‘Naldo, o Filho da Maré’:

Chris Brown confirma que conhece Naldo Benny há algum tempo