Foto: Reprodução/Instagram

Enrico Lima: conheça o trabalho do filho de Chitãozinho, que é cantor e ator

Enrico Lima, nascido em 30 de março de 2002, é filho de Chitãozinho, que forma com o irmão Xororó uma das duplas mais famosas do sertanejo. Inspirado no pai e na família como um todo, o jovem também se lançou como artista: é cantor, ator e dublador.

Atualmente com 18 anos, Enrico Alves de Lima é fruto do relacionamento de Chitãozinho com a esposa, a ex-dançarina Márcia Alves, que fez sucesso na década de 90 como bailarina do Banana Split. Chitãozinho e Márcia se casaram em 2000 e tiveram Enrico dois anos depois. O sertanejo tem dois filhos de seu casamento anterior, com Adenair Lima: Aline e Allison.

Com apenas 6 anos, Enrico fez seus primeiros trabalhos artísticos. Entre seus principais trabalhos iniciais, estão: ‘Menino Maluquinho – O Musical’, participação no DVD Concerto de Natal do Agnaldo Rayol e animação original no desenho ‘O Sítio do Pica-pau Amarelo e a Turma da Mônica’. Além disso, atuou como dublador em séries como ‘School of Rock’, ‘Hot Wheels’, ‘Socorro, Encolhi as Crianças’, ‘PJ Masks’, entre outros.

Veja também:
Afinal, Marrone, da dupla com Bruno, não sabe cantar?

Nos últimos anos, os trabalhos passaram a ser mais voltados à música. Primeiro, em 2018, ele lançou um canal no YouTube com covers de músicas pop, como ‘Skyscraper’ (Demi Lovato) e ‘Home’ (Michael Bublé).

No mesmo ano, foi lançado o filme ‘Coração de Cowboy’, em que ele interpreta Lucca, cantor de um trio sertanejo com os irmãos Marcelle (Giulia Nassa) e Guga (Henrique Filgueiras). Além de atuar, Enrico também canta no longa e algumas das faixas estão presentes na trilha sonora oficial, como ’60 Dias Apaixonado’ e ‘Eu e Você’, ambas com Giulia e Henrique.

Veja também:
O que aconteceu com a voz de Zezé di Camargo, da dupla com Luciano?

Enrico Lima e as novas músicas próprias

Foto: divulgação

Ainda no fim de 2018, Enrico Lima passou a lançar músicas de repertório próprio. A primeira foi ‘Perdeu‘, que foi noticiada no Revista Cifras na época de sua divulgação. Outras canções foram disponibilizadas ao longo de 2019 e 2020, como ‘Os Tempos Mudaram’, ‘Paralisado’, ‘Coadjuvante’ (composta por Beatriz Pinheiro, filha do jornalista Chico Pinheiro) e ‘Volta’ (criação dos Parazim). Um EP com faixas autorais deve ser liberado em breve.

Em entrevista ao jornal ‘Extra’, o jovem cantor não escondeu que é influenciado não só pelo pai e tio, como, também, pelos primos Sandy e Junior. “A música é muito presente na minha família. Sandy e Junior são referências para mim, sim. Eu cresci escutando eles. Adoro! Fui na apresentação que eles fizeram em São Paulo, e foi demais. E a gente bate muito papo (sobre a carreira)”, afirmou, na ocasião.

Na ocasião, ele revelou, ainda, que recebe muito apoio dos pais para seguir carreira artística. “Tenho um apoio muito grande. Eles me encorajam. Meu pai me dá dicas na parte da música, em estúdio e coisas dos tipo. Já a minha mãe é quem cuida de tudo de bastidores. Acho que apoiam a minha felicidade. Perguntam para mim: ‘está feliz fazendo isso?’. Porque, para os dois, o importante é seguir o que me faça feliz”, disse.

Com a palavra, Chitãozinho

Foto: reprodução / Instagram

Chitãozinho não só está bastante presente na carreira do filho na música, como gravou, recentemente, uma versão de ‘Fogão de Lenha’ com ele. Em entrevista ao ‘Gshow’, o veterano do sertanejo disse que o filho “tem estrela”.

Veja também:
10 curiosidades sobre a vida e carreira de Roberto Carlos

“A estrela dele vai brilhar muito e ele já começou a carreira como um grande artista, que eu sei que ele é, e que agora o Brasil e o mundo vão saber. A emoção sempre é muito grande quando ele está no palco comigo”, disse.

Os pais de Enrico Lima também acompanham o trabalho de Enrico em outras frentes, como o cinema. No início de 2020, foram à estreia do filme ‘O Melhor Verão de Nossas Vidas’, que, além do jovem artista, conta com Giulia Nassa, Bia Torres, Laura Castro, Giovanna Chaves, Márvio Lúcio (Carioca), Maurício Meirelles e Rafael Zulu, entre outros, no elenco.

“Pai é pai, né? Desde o primeiro instante que ele demonstrou interesse pela carreira artística, apoiei. Sempre. Ele prestava muita atenção. Quando ele demonstrou interesse para seguir em frente, eu e a mãe apoiamos. Apoio, principalmente, porque acredito no talento dele”, afirmou Chitão, em entrevista à revista ‘Quem’.

Com décadas de experiência, Chitãozinho revelou o principal conselho que dá ao filho: “Profissionalismo acima de tudo, respeitar as pessoas, se dedicar acima de tudo. É preciso procurar dar sempre o melhor de si para ter sempre um bom resultado”.

Veja também:
Muito além d'Os Dedinhos: Eliana já foi indicada ao Grammy Latino

Igor Miranda é jornalista que escreve sobre música desde 2007 e com experiência na área cultural/musical.