Foto: Reprodução

Filho de Arlindo Cruz choca ao revelar que o pai era viciado em cocaína

O Brasil inteiro tem conhecimento do drama da família do sambista Arlindo Cruz, que vive até hoje com as sequelas de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) sofrido em março de 2017.

Agora, o filho dele, o músico Arlindinho, resolveu falar sobre um assunto nunca falado abertamente: o vício em drogas de Arlindo Cruz.

  • Se não gostar da Alexa, a Amazon devolve seu dinheiro! Experimente por 30 dias de controle por voz total em sua casa inteligente. Clique aqui e garanta.

Em entrevista ao jornalista Rica Perrone, lançada na última quarta-feira (22) no YouTube, Arlindinho falou sobre o drama do pai, que ficou hospitalizado por anos, mas agora está em casa e começou a responder melhor aos estímulos nos últimos tempos.

Veja também:
Surge vídeo de Nego Di, do 'BBB 21', zombando do estado de saúde de Arlindo Cruz

O que mais chamou a atenção dos fãs foi o momento em que ele contou sobre a relação de Arlindo Cruz com as drogas. Arlindinho tem 29 anos e contou que sabe desde a infância que o pai era viciado em drogas, pois o próprio artista contou para ele.

“Eu sempre soube. Ele me contou quando eu tinha, sei lá, 11 ou 12 anos. Eu peguei aversão a drogas, disse Arlindinho, que reconhece o quanto as substâncias ilícitas, como a cocaína, fizeram mal ao pai.

O artista nunca se sentiu a vontade de falar abertamente sobre o assunto, pois sua outra filha ainda era pequena.

Porém, segundo Arlindinho, quando Arlindo Cruz sofreu o AVC, ele estava “limpo” – já há algum tempo sem usar drogas.

“Ele já tinha se tratado algumas vezes, mas nunca tinha conseguido tanto tempo sem usar droga alguma”, contou Arlindinho. Meu pai estava no melhor momento da vida. Ele estava me lançando, passando bastão”, disse.

Arlindo Cruz estava em tratamento contra as drogas

O sambista contou, ainda, que Arlindo Cruz estava em tratamento para se livrar das drogas quando tudo aconteceu.

“A gente estava com uma turnê juntos, ele estava feliz por estar me lançando, me colocando nos grandes palcos. A (turnê) Dois Arlindos era porque ele queria que as pessoas me conhecessem como artista. Ele estava feliz, estava se tratando, já há alguns meses sem usar drogas”, contou Arlindinho.

Veja também:
Ximbinha é confundido com traficante preso com armas de fogo e drogas

Apesar da dependência química, Arlindo Cruz continuou sendo um homem bom, preocupado com o bem-estar da família e cuidadoso no relacionamento com as pessoas.

Meu pai só fez mal para ele. Ele fez bem para todo mundo. Nunca tratou ninguém com indiferença. (…) Com todas as loucuras dele, teve pensamento com a família. Comprou imóveis, conseguiu minimamente manter a família dele digna“, disse Arlindinho na entrevista.

O filho de Arlindo Cruz contou também sobre sua relação pessoal com as drogas e disse ter feito uma escolha – permanecer longe delas.

“Trato bem todo mundo, até quem usa, mas eu não uso. Minha vibe é completamente outra. […] Não sou o caretão. Eu bebo cerveja, já fumei maconha uma vez ou outra na vida. Não fumo, mas já fumei com os amigos, antes de entender esse universo. Mas depois passei a escolher o que eu quero e o que eu não quero para a minha vida, afirmou Arlindinho.

Na última semana, dia 14 de setembro, Arlindo Cruz completou 63 anos e recebeu homenagem do filho nas redes sociais: Ainda há tempo pra viver feliz, meu pai. Parabéns ao maior pai de todos os tempos. 63 do Arlindão!, disse Arlindinho.

Assista à entrevista completa:

  • Se não gostar da Alexa, a Amazon devolve seu dinheiro! Experimente por 30 dias de controle por voz total em sua casa inteligente. Clique aqui e garanta.

Vídeo: Arlindo Cruz se emociona ao ouvir filho cantar para ele na cama

Compartilhar