Fotos: Reprodução

Jayme Monjardim emociona seguidores ao revelar que vendeu a casa de Maysa

A casa da cantora Maysa em Maricá, região metropolitana do Rio de Janeiro, foi vendida pelo filho dela, o diretor Jayme Monjardim, para a prefeitura da cidade. O objetivo é transformá-la em um museu e uma casa de cultura em homenagem à artista, conhecida dentre outras tantas canções por ‘Meu Mundo Caiu‘.

O imóvel construído em estilo grego e localizado de frente para o mar foi vendido por R$ 3,2 milhões. Segundo o site local ‘Maricá Notícias’, tem um enorme valor histórico e afetivo agregado.

A família vendeu, junto com a casa, um enorme acervo com fotos, pinturas, objetos, cartas manuscritas, letras de música escritas por Maysa em guardanapos e que não chegaram a ser gravadas, além de publicações em jornais da época.

Veja também:
'Meu mundo caiu': o último dia e os detalhes da morte de Maysa

Tudo isso irá compor o museu dedicado à cantora que se destacou na música brasileira nas décadas de 1950, 1960 e 1970 e faleceu, repentinamente, vítima de um acidente de trânsito na ponte Rio-Niterói aos 40 anos de idade em 1977.

Maysa, inclusive, estava indo para a casa de Maricá quando o acidente aconteceu. Veja:

Jayme Monjardim fala sobre venda da casa de Maysa

O único filho de Maysa, Jayme Monjardim, falou sobre a venda da casa e a alegria da família em saber que as pessoas poderão conhecer mais sobre ela.

“Mãe, hoje, vou entregar a energia de Maricá para todos. Nós dois seguiremos juntos em nossa jornada de entender, compreender e decifrar os códigos dessa nossa vida aqui na terra e você aí me ajudando a entender a essência da vida e das pessoas“.

“Hoje todos poderão te conhecer melhor, te sentir e compartilhar com tua história, novas sensações e sentimentos. Maricá agora e de todos os amantes de Maysa e da música e da vida”, escreveu Jayme, que há 10 anos colocou o nome da mãe em sua filha com a cantora Tânia Mara.

Veja também:
Tânia Mara 'se assustou' com cirurgia de aumento peniano e terminou com Tiago
Compartilhar