Fotos: Reprodução/Instagram

Expulso d’A Fazenda’, Nego do Borel nega acusações e ameaça cometer suicídio

Nego do Borel decidiu se pronunciar alguns dias após ter sido expulso da 13ª edição do reality show ‘A Fazenda‘, da Record TV. Ele foi eliminado por ter dormido com a colega de confinamento, Dayane Mello, que estava extremamente embriagada após uma festa.

Em longo vídeo, o funkeiro chora, alega estar sendo alvo de racismo e ameaça até cometer suicídio.

  • Se não gostar da Alexa, a Amazon devolve seu dinheiro! Experimente por 30 dias de controle por voz total em sua casa inteligente. Clique aqui e garanta.

Expulsão de Nego do Borel d’A Fazenda

A modelo Dayane Mello foi entrevistada pela direção da atração e negou que Nego tenha sido abusivo com ela. Entretanto, em vários momentos, ela demonstra não lembrar do que aconteceu na cama com o funkeiro. A  emissora decidiu pela expulsão de Nego do Borel.

Veja também:
Nego do Borel 'manja documento' de Erasmo Viana e se impressiona com tamanho

A decisão de eliminar o cantor do reality rural foi tomada no sábado (25), após muita pressão feita por telespectadores e internautas. As cenas que repercutiram aconteceram durante a madrugada após uma festa.

As imagens mostram que colegas de confinamento alertam que Dayane estava muito bêbada. Nego força uma situação na cama com ela, que não consegue reagir, pois estava ‘fora de si’.

No vídeo de mais de 13 minutos publicado por Nego do Borel no Instagram, no último domingo (26), ele aparece abalado e diz estar tentando entender o que aconteceu.

Cita Duda Reis, sua ex-namorada, sem falar claramente o nome dela, afirmando que as acusações feitas no passado atrapalharam a permanência dele n’A Fazenda’.

“Entrei pro reality e tem uma ‘pessoinha’ aqui fora que eu não sei por que não segue a vida dela, disse Nego.

“A pessoa ficou falando de mim não sei por quê”, afirmou o funkeiro, se referindo à Duda Reis, que chegou a gravar um vídeo após a ida dele para o reality, falando sobre como as pessoas duvidavam da palavra da vítima.

  • Se não gostar da Alexa, a Amazon devolve seu dinheiro! Experimente por 30 dias de controle por voz total em sua casa inteligente. Clique aqui e garanta.

Nego do Borel diz estar sendo vítima de racismo

Duda acusou a Record TV de ser conivente com os crimes que, segundo ela, Nego do Borel cometeu. Na última semana, ele foi indiciado por lesão corporal meses após as denúncias da modelo. O funkeiro, por sua vez, se defendeu afirmando estar sendo alvo de racismo.

Veja também:
Iza: 'as pessoas acham que a gente adora falar sobre racismo'

Segundo ele, já foi inocentado em várias denúncias da ex, conforme (supostamente) a própria polícia do Rio de Janeiro averiguou, mas mesmo assim continua sendo atacado.

“Todas essas coisas que venho sendo acusado e provando o contrário, junto com a polícia, não têm tido valor porque mesmo assim as pessoas vem me julgando e atacando. Estou sentindo que minha voz não vale nada. Hoje eu vejo o preconceito, o racismo escancarado na nossa sociedade”, disse Nego do Borel.

Sobre sua expulsão do programa, Nego diz ter sido injustiçado. Ele nega a acusação de estupro e diz que não fez nada contra a vontade de Dayane Mello.

Mesmo assim, pede perdão às mulheres de sua família e todas as outras, afirmando não ter visto maldade em seus atos.

Foto: Reprodução / Record TV

Conheci a Day, pessoa maravilhosa, gentil, simpática. Gostamos um do outro, aconteceu o que aconteceu e até agora não entendi por que estou aqui na minha casa”.

“Mas se for pelo fato da Dayane ter dormido comigo no estado que ela estava, desde já eu quero aqui, primeiramente, pedir perdão a minha mãe, minha avó e minhas tias, que são mulheres, e depois pedir desculpa a todas as mulheres. Porque eu não vi maldade, eu não tive maldade na hora, disse o cantor.

“Como a Adriane Galisteu falou na apresentação, que quando uma mulher tá alcoolizada e ela fala que ‘não é não’ e ‘sim também é não’, vocês podem ver na filmagem que quando ela [Dayane] fala pra mim ‘não’, eu vou dormir. A gente não faz mais nada, a gente não transa“, afirmou Nego do Borel no vídeo.

Veja também:
'Pensei que ele tivesse gostado', diz Anderson do Molejo sobre acusação de estupro

“Eu não entendi nada por que eu acordei aqui na minha casa. Até agora eu tô tentando assimilar tudo o que aconteceu, o que houve. As coisas daqui de fora também pesaram e me atrapalharam dentro da casa. Tô fora, tô com a minha família, mas tô triste pra c*ralho. Não sei mais o que eu falo, o que eu faço. A minha palavra não tem relevância, disse.

  • Se não gostar da Alexa, a Amazon devolve seu dinheiro! Experimente por 30 dias de controle por voz total em sua casa inteligente. Clique aqui e garanta.

Funkeiro nega ter estuprado colega bêbada

Segundo Nego do Borel, não houve abuso nenhum e que Dayane Mello chegou a dizer que queria dormir com ele novamente.

Eu dormi do lado de uma pessoa que sim, estava alcoolizada. Eu estava sim, querendo ficar com ela, e ela querendo ficar comigo. E vocês podem ver que depois da noite que a gente dormiu junto, ela fala que quer dormir comigo de novo”, afirmou.

“A polícia constatou que não teve estupro. Mesmo assim, eu e minha família estamos sendo atacados”, reclamou o funkeiro.

“As pessoas me chamando de estuprador, bandido, falando um monte de coisa pesada de mim, que vai ficar para a minha vida inteira. O que eu fiz?”, questionou ele.

“Eu dormi com a mulher, ela estava bêbada, eu não fiz nada. Adorei dormir com ela, e mesmo assim estou aqui, perdi […]. Aí todas as coisas boas que eu fiz, minha correria, minha carreira que eu construí é apagada, vai por água abaixo“, disse Nego do Borel.

Em determinado momento do vídeo, Nego chega a dizer que está muito triste e que vai cometer suicídio.

“Mano, eu vou acabar tirando a minha vida. Eu não tô blefando. Eu tô sendo tachado como bandido. Pô, eu nunca roubei no mato. Tem tanta gente fazendo tanta maldade por aí. Tô querendo saber o que eu fiz pra merecer tanto ódio. Por que isso, mano?, pergunta o artista, que fala em racismo.

Veja também:
Vídeo que levou filho de Walkyria Santos à morte era uma brincadeira: 'sou hetero'

“Saí de um reality que eu fiz amizade. Eu estava feliz. Mais uma coisa que eu perdi. Eu não sei mais o que eu faço da minha vida. Esse é o racismo na cara da sociedade. É porque eu sou preto? Porque sou funkeiro? Porque vim da favela? Vocês vão tirar a minha vida. Eu tô depressivo, eu tô magoado, eu tô mal. Eu não fiz por maldade”, diz Nego do Borel, aos prantos.

Assista ao vídeo publicado por Nego do Borel, na íntegra:

  • Se não gostar da Alexa, a Amazon devolve seu dinheiro! Experimente por 30 dias de controle por voz total em sua casa inteligente. Clique aqui e garanta.

Nego do Borel é indiciado por lesão corporal e corre o risco de deixar ‘A Fazenda’

Compartilhar