Foto: Divulgação

Seriado ‘Sandy e Junior’ completa 20 anos; relembre detalhes do programa

Há exatamente 20 anos, em 11 de abril de 1999, estreava o seriado ‘Sandy e Junior’, que foi ao ar na TV Globo por quatro anos, até 2002, e revelou diversos atores.

“O seriado é inspirado nas nossas vidas, só que romanceado. Interpretamos nós mesmos, mas as histórias são fictícias”, explicava Sandy.

“As personalidades dos personagens são as nossas. Às vezes, eles agem como nós agiríamos, mas, em outras, queremos que o episódio tome um outro rumo e fazemos o contrário”, acompanhava Junior.

Relembre detalhes sobre o seriado:

Origem do seriado Sandy e Junior na TV

‘Sandy e Junior’ apareceu na TV pela primeira vez como um especial, exibido às 14h40 de 27 de dezembro de 1998, um domingo, fazendo parte da programação especial de fim de ano da Globo. À época, Sandy tinha 15 anos e Junior tinha 14.

A dupla teve contato com a ideia inicialmente em março de 1998. “Foi quando Paulo Trevisan trouxe um roteiro para nós e nossos pais adoraram”, contava Junior. A inspiração seria o filme ‘Grease’, de 1978, estrelado por John Travolta e Olivia Newton-John.

“Vamos gravar primeiro o especial e depois estudar como será o programa. Carlos Manga gostaria que ele fosse diário, mas isso vai depender da agenda dos meninos”, contava Guilherme Bokel, diretor de produção do núcleo de Manga em 13 de setembro de 1998. O programa, posteriormente, foi definido como semanal.

A dupla já tinha experiência com um programa próprio na TV com o ‘Sandy e Junior Show’, da extinta TV Manchete. O formato, porém, era bastante diferente. Relembre um trecho abaixo:

No especial de fim de ano, Sandy e Junior estudam na mesma sala e convivem com a mesma turma de amigos. Entre os jovens atores do elenco, estavam nomes como Mariana Ximenes, Sidney Sampaio e Fernanda Paes Leme.

A trilha sonora, é claro, era embalada por alguns dos maiores sucessos da dupla, à época, como ‘Em Cada Sonho’, ‘Beijo É Bom’, ‘Dig-Dig-Joy’, ‘Não Ter’ e ‘Eu Acho Que Pirei’. Ainda houve uma participação especial do grupo Fat Family, que fazia sucesso à época, com ‘Jeito Sexy’.

Sandy e Junior – 1ª Temporada

Ao todo, foram exibidos 37 episódios na temporada inaugural de ‘Sandy e Junior’, entre 11 de abril e 26 de dezembro de 1999. O episódio de estreia, exibido às 12h30 de um domingo, teve média de 18 pontos no Ibope, contra 10 do ‘Fantasia’, com Carla Perez, no SBT.

Esta foi a única temporada que contou com a presença do personagem Max, vivido por Marcos Mion.

Antes de chegar à Globo, Mion havia sido aprovado para ser VJ na MTV. Porém, por falta de vagas, não pôde iniciar na emissora. Pouco depois, aceitou o convite da Globo para viver Max em ‘Sandy e Junior’.

Cerca de um ano depois, quando estava próximo de renovar seu contrato na emissora, ligou para a MTV, para checar se “ainda o queriam”, e acabou mudando de casa.

De cara, fez sucesso em programas como o ‘Supernova’ e o ‘Piores Clipes do Mundo’. “Na Globo, não podia dar palpites, era pago para ser ator, de bico fechado. Aqui, tenho liberdade para dar ideias e improvisar”, comparava, em entrevista em setembro de 2000.

Sandy e Junior – 2ª Temporada e Tutti Frutti – O Musical

A 2ª temporada de ‘Sandy e Junior’ foi também a maior, com 52 episódios ao longo do ano de 2000.

Com o sucesso do seriado ‘Sandy e Junior’ e a presença de diversos atores do elenco em Campinas, onde eram realizadas a maioria das gravações, foi lançado um musical que reunia os principais personagens de ‘Sandy e Junior’, à exceção da dupla.

Participaram de ‘Tutti Frutti – O Musical’: Paulo Vilhena (Betão), Fernanda Paes Leme (Zilda), Douglas Aguillar (Suvako), Karina Dohme (Didi), Wagner Santisteban (Hélio), Marie Catarine (Glorinha), Zé Tassi (Adalberto), Camila dos Anjos (Catarina), Flávio Trivela (Rômulo) e Bruna Thedy (Odete).

A história se passava no início da década de 1960, antes do golpe militar, e retratava temas como o primeiro amor, política, drogas e virgindade. Foi encenada no Teatro Castro Mendes, em Campinas, estreando em 31 de agosto de 2000.

Sandy e Junior – 3ª Temporada e a novela de Sandy

Em 2001, Sandy precisou dividir a gravação dos 50 episódios da 3ª temporada do seriado ‘Sandy e Junior’ com a novela das 6, ‘Estrela-Guia’ (que voltou ao ar no canal Viva desde o último dia 8 de abril).

Ao todo, a novela das 6 teve 83 capítulos, exibidos entre 12 de março e 16 de junho daquele ano. Sandy viveu a personagem Cristal, que tinha cenas românticas com o ator Guilherme Fontes (Tony).

Sua personagem foi criada especialmente para a cantora pela autora Ana Maria Moretzsohn. Sandy ainda contava com uma dublê durante as gravações, Luciana Maria Guerra Vieira.

Junior também chegou a fazer uma participação em ‘Estrela-Guia’ como o personagem secundário Zeca.

“Como Sandy vai estar envolvida com a novela das 6, ‘Estrela-Guia’, sua participação no seriado deve ficar um pouco mais restrita”, explicava a roteirista de ‘Sandy e Junior’, Maria Carmen Barbosa em dezembro de 2000.

O ‘quase fim’ do seriado Sandy e Junior em 2001

Em outubro de 2001, houve indefinição sobre uma nova temporada, por conta da necessidade de mudança de cenário: Sandy e Junior entrariam, agora, em uma faculdade.

Com isso, a ideia era levar as gravações ao Rio de Janeiro, o que não era inicialmente visto com bons olhos pela dupla.

Um grupo de fãs chegou a criar o site “salveseriadosandyejunior.cjb.net” para protestar contra o possível fim da atração. O tiro acabou saindo pela culatra: a seção “mostre sua indignação”, existente na página, acabou sendo usada por haters da dupla.

“Tira essa droga do ar!” e “Este seriado é a coisa mais chata do mundo. Muito obrigada, Globo!” foram algumas das mensagens publicadas por internautas à época.

Uma agenda de shows lotada e a tentativa de levar seus projetos musicais ao exterior davam a entender que nem mesmo a média de 14 pontos no Ibope nas temporadas anteriores renovaria a atração. Porém, uma nova temporada foi confirmada para 2002.

Sandy e Junior – Mudanças para a 4ª e última temporada

Despediram-se do seriado Paulo Vilhena, Douglas Aguillar, José Trassi, Aline Ortolan e Marie Lanna.

Para seus lugares, chegaram Erik Marmo (João Pedro), Edward Boggis (Tony), André Cursino (Nico), Danielle Suzuki (Yoko), Juliana Knust (Leila) e Graziela Schmitt (Laila).

Agora a dupla havia deixado a escola e Sandy faria psicologia e Junior, música. Para as gravações, passavam dois dias por semana no Rio de Janeiro.

“No fim das contas, vai ocupar menos tempo de nossa agenda porque a gravação é em estúdio”, comemorava Junior.

A última temporada de ‘Sandy e Junior’ chegou ao fim após 36 episódios, que tiveram custo médio de R$ 150 mil cada, à época.

O último episódio, ‘Tudo de Novo no Front’, foi exibido em 29 de dezembro de 2002. Nele, Sandy e Junior decidiam morar em Nova York para estruturar sua carreira internacional, trancando os cursos na faculdade.

Possível volta do seriado Sandy e Junior

“Um clima de incerteza ronda o seriado ‘Sandy e Junior’. A dupla ainda não acertou com a Globo a continuação do programa em 2003 e nem a equipe de produção nem o elenco foram avisados de nada ainda. Durante janeiro, o programa será reprisado. Em fevereiro, a emissora já terá uma posição da dupla”.

Esse era o clima após o fim das gravações da 4ª temporada de ‘Sandy e Junior’, em 2002. O tempo passou, e nada de novos episódios saírem do papel.

Em 6 de maio de 2003, a assessoria da dupla informava: “Estão com as agendas lotadas. Quando as gravações do filme terminarem, retomam a turnê de shows, que começa em São Paulo, segue para o Rio e termina na Europa. Ficaram sem tempo para o seriado”.

O programa completava quase um ano sem ir ao ar e, ainda assim, especulava-se o retorno da atração à Globo: “Até agora, a rede não decidiu se o seriado da dupla Sandy e Junior, que saiu do ar no início deste ano, voltará para a programação em 2004”.

Uma das últimas ocasiões em que um possível retorno da atração foi ventilado foi em em janeiro de 2005, quando a dupla renovou seu contrato por mais dois anos com a Globo.

Conforme consta no Jornal da Tarde de 11 de janeiro daquele ano: “não está descartada a reestreia do seriado ‘Sandy e Junior’, que saiu do ar em 2002. Se voltar, o programa deverá ser reformulado e adaptado à rotina atual dos cantores, hoje mais maduros”.

Curiosidades sobre o seriado Sandy e Junior

Segundo a coluna Persona, publicada no Estado em abril de 2001, Sandy tinha algumas regalias quanto aos rumos de sua personagem.

“Os roteiristas do seriado têm de perguntar à cantora, antes de criarem situações, se ela aceita ou não beijar o personagem escolhido para alguma cena romântica. A cantora e atriz só faz cena com beijo com quem ela quer e não com quem o enredo pede”.

Junior, por sua vez, parecia ser o oposto. Em entrevista ao programa ‘Pânico’, em 2014, a atriz Karina Dohme afirmou que Junior “era o maior pegador” entre o elenco da série.

“Imagina, gente, era um monte de adolescente… O Junior era o maior pegador, ele pegou o elenco inteiro. Eu fui a única que ele não pegou. Só as mulheres. Ele manda ver, vocês não tem noção!”.

Paulo Vilhena abandonou o segundo ano da faculdade de publicidade para se mudar para Campinas e viver Gustavo no seriado.

“Nunca pensei em ser ator. Foi minha agência de modelos que achou interessante eu participar da seleção para o elenco do programa”, contou ao Jornal da Tarde em 24 de outubro de 1999.

A atriz veterana Elizabeth Hartmann recebeu um convite da produção para fazer um teste para um papel no seriado como uma governanta alemã, que foi recusado. “Achei que não tinha que fazer teste para isso”, justificou, à época.

Como assistir ao seriado Sandy e Junior na internet

No embalo dos shows anunciados pela dupla para a turnê Nossa História, o serviço de streaming Globoplay disponibilizou todos os 175 episódios das quatro temporadas de Sandy e Junior, listados em ordem cronológica, para serem assistidos pelos assinantes.

Compartilhar